Posts

Es werden Posts vom August, 2010 angezeigt.
Bild

A 31 de agosto de 1928, estreou em Berlim a "Ópera dos Três Vinténs", de Kurt Weill e Bert Brecht, uma adaptação da "Beggar's Opera" de John Gay

Outro trecho da mesma obra de Saramago!

"Pelo meio da tarde, numa pausa entre as dificuldades do cerco e as futilidades do romance, o tal que a editora espera, Raimundo Silva saiu à rua, a espairecer. Não pensava mais do que isso, dar uma volta, distrair-se, arrumar ideias. Mas, tendo passado à porta duma florista, entrou e comprou uma rosa. Branca. E agora está voltando para casa, um pouco envergonhado por levar uma flor na mão." Editorial Caminho, 3ª edição, Outubro 1997, pag.194

História do Cerco de Lisboa de José Saramago

"Tão largo rodeio, tornado irresistível por esse jeito que as palavras têm de puxar umas pelas outras, parecendo que não fazem mais do que seguir o desejo de quem finalmente terá de responder por elas, mas levando-o ao engano, a ponto de deixarem, quantas vezes, a ponta da narrativa abandonada num lugar sem nome e sem história, o puro discurso sem causa nem objectivo, cuja flutuação precisamente o irá tornar apto a servir como cenário ou adereço de não importa que drama ou ficção, este rodeio, que principiou por indagar sobre horas de sono e vigília para vir a rematar em gasta reflexão sobre a curteza das vidas e a longevidade das esperanças, este rodeio, acabemos, encontrará justificação se, subitamente, nos perguntarmos quantas vezes, ao longo da vida, vai uma pessoa à janela, quantos dias, semanas e meses ali passou, e porquê. Geralmente, fazemo-lo para saber como o tempo está, para estudar o céu, para acompanhar as nuvens, para devanear com a lua, para responder a quem chamou,

"Uma fragrância azulada prateada de um país distante" — Johann Wilhelm Schirmer em Itália

Bild
Exposição do pintor alemão Johann Wilhelm Schirmer no museum kunst palast

Amanhã é Domingo

Amanhã é Domingo Canta o galo francês Pica na rês A rês é de barro Pica no adro O adro é fino Pica no sino O sino é d'ouro Pica no touro O touro é bravo Pica no soldado O soldado é rico Pica no chico O chico é bola Toca na viola

O 11º encontro do Círculo Literário em Hösel

Bild
No 11º encontro do Círculo Literário, que se realizou hoje em Hösel, falou-se da novela Inneres Land da escritora espanhola de língua catalã, Maria Barbal, que ganhou o 38º Premio Prudenci Bertrana. País íntim é a história de uma família como tantas outras, que ficamos a conhecer melhor na sua forma de actuar em diferentes situações do quotidiano, nas suas pequenas felicidades e nos seus fracassos dramáticos. É também a história de Espanha desde os anos 30 até à chamada Guerra Civil Espanhola, que teve início entre 17 e 18 de julho de 1936, e terminou em 1° de abril de 1939, com a vitória dos rebeldes e a instauração de um regime de carácter fascista, liderado pelo general Francisco Franco. Seguindo-se o período histórico no qual a Espanha muda do regime dictatorial do general Franco, para o regime constitucional que consagra um Estado social, democrático e de Direito, a chamada Transição Espanhola. Outro ponto muito interessante do romance é o conflito entre duas mulheres: uma mãe es

A Justiça alemã condenou a cantora Nadja Benaissa a dois anos de liberdade condicional e a 300 horas de trabalho comunitário.

A alemã, de origem marroquina, do grupo No Angels, foi julgada pelo tribunal em Darmstadt por ter praticado relações sexuais sem preservativos, apesar de saber que era portadora do vírus da sida. Benaissa confessou ter tido relações sexuais sem uso de preservativos, mas negou ter tido a intenção de infectar os seus parceiros. A cantora, que tem uma filha, afirmou que descobriu ser portadora do vírus em 1999, ao fazer um teste de gravidez. Ela tinha 16 anos nessa altura. A Deutsche Aids-Hilfe (DAH), que reúne mais de 100 associações regionais de prevenção à sida na Alemanha, considerou este julgamento como uma "caça às bruxas", que só fomenta a estigmatização de quem vive com o vírus. "Estamos preocupados com os resultados deste julgamento, porque pode passar a mensagem de que não se deve fazer o rastreio do VIH, porque se não se souber não se é responsabilizado", disse Volker Mertens, porta-voz da Fundação Alemã contra a Sida, ainda antes de ter sido conhecida a sen

A hora do chá

Bild
O ematejoca azul recebeu um prémio-em-cadeia pelas mãos do Fernando Vasconcelos, um amigo desde a primeira hora, do blogue Diz que não gosta de música clássica? Muito obrigada ao Fernando pela nomeação. Seguem-se as regras: 1. Referir quem ofereceu o selo 2. Qual o teu chá preferido? Chá preto e dos medicinais chá de verbena 3. Quantas colheres de açúcar costumas usar? Nenhuma. 4. Os seis convidados a virem tomar chá no "ematejoca azul": O Carlos do conversas daqui e dali O Carlos do crónicas do rochedo A Fernanda do na casa do Rau A Isabel do sletras O Rogério do conversa avinagrada The last but not the least: A Teté do quiproquó

"O meu nome é Bond. James Bond!"

Bild
Sean Connery 1965 Uma frase que, de imediato, tornou Sean Connery mundialmente famoso. O escocês tinha acabado de completar 32 anos, quando interpretou pela primeira vez o papel do Agente dos Servicos Secretos Britânicos, com ordem para matar. Na sua explosiva estreia, o imortal herói da história do cinema de acção brilha numa das suas mais espectaculares aventuras. Num estilo inimitável, Sean Connery, personifica a suave, porém mortal, calma do Agente 007. O princípio de uma carreira mundial. A 25 de Agosto, celebra Sean Connery o seu 80° aniversário. Happy Birthday, Mr. Bond!

Maria Dulce, que se estreou aos 13 anos, no papel de Maria, no filme "Frei Luís de Sousa", de António Lopes Ribeiro, morreu ontem de manhã aos 73 anos

Bild
Maria Dulce Andrade Ferreira Alves nasceu em Lisboa a 11 de Outubro de 1936. Ainda aluna do conservatório, com 13 anos, foi escolhida por António Lopes Ribeiro para o desempenho do papel da jovem Maria de «Frei Luís de Sousa», na sua adaptação cinematográfica.

"Devido à falta de alternativas, decidi eu mesmo doar-lhe o rim"

Bild
Frank-Walter Steinmeier e a sua mulher Elke Büdenbender O líder parlamentar do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), o maior partido da oposição alemã, Frank-Walter Steinmeier, anunciou ontem a sua retirada temporária da política para doar um rim à mulher, que sofre de uma doença grave e precisa de um transplante urgente.

"Levantado do Chão" de José Saramago

Bild
Levantado do Chão , onde fala da vida dos trabalhadores rurais da aldeia alentejana de Lavre na primeira metade deste século, marca o início da carreira a sério de José Saramago. José Saramago Acerca do título disse o autor: "Acho que do chão se levanta tudo, até nós nos levantamos. E sendo o livro como é — um livro sobre o Alentejo — e querendo eu contar a situação de uma parte da nossa população, num tempo relativamente dilatado, o que vi foi todo o esforço dessa gente de cujas vidas eu ia tentar falar é no fundo o de alguém que pretende levantar-se. Quer dizer: toda a opressão económica e social que tem caracterizado a vida do Alentejo, a relação entre o latifúndio e quem para ele trabalha, sempre foi — pelo menos do meu ponto de vista — uma relação de opressão. A opressão é, por definição, esmagadora, tende a baixar, a calcar. O movimento que reage a isto é o movimento de levantar: levantar o peso que nos esmaga, que nos domina. Portanto, o livro chama-se Levantado do Chão po

Walpurgisnacht — Noite das Bruxas

Bild
Segundo uma velha lenda, na noite de 30 de Abril para 1 de Maio reunem-se as bruxas no Brocken, uma montanha situada na cordilheira do Harz, no estado da Saxónia-Anhalt, que Goethe introduz no seu Fausto, entre O lamento inicial de Fausto e a Tragédia de Margarida e dá, assim, à peça uma força demoníaca, profunda e perigosa. A exposição que vi esta tarde no Goethe-Museum , não se limita a apresentar a Walpurgisnacht — Noite das Bruxas em relacção ao Fausto. Apresenta sim, uma paleta muito variada, tendo cada uma das 14 vitrines um tema diferente, como por exemplo, A perseguição às bruxas na 3ª vitrine. O que é uma bruxa? na 1ª vitrine. As bruxas do século XX e XXI na 14ª e última vitrine.

„So schön wie hier kann’s im Himmel gar nicht sein“! — O "enfant terrible" do teatro alemão, Christoph Schlingensief, morreu aos 49 anos em Berlim.

Bild
Christoph Maria Schlingensief

Regras de bem viver

Uma familiar perguntou à minha filha mais nova: — Vivien, os teus pais ralham muito? — Os meus pais nunca ralham. Quando a mamã começa a ralhar, o papá retira-se para o seu quarto. A mamã respeita a decisão dele e cala-se.

No dia 20 de Agosto comemoro uma data muito especial da minha vida, o meu aniversário de casamento. É uma vida a seis muito feliz.

Bild

As celebrações de aniversário de casamento:

1 ano: bodas de algodão 2 anos: bodas de papel 3 anos: bodas de trigo ou couro 4 anos: bodas de flores e frutas ou cera 5 anos: bodas de madeira ou ferro 10 anos: bodas de estanho ou zinco 15 anos: bodas de cristal 20 anos: bodas de porcelana 25 anos: bodas de prata 30 anos: bodas de pérola 35 anos: bodas de coral 40 anos: bodas de rubi ou esmeralda 45 anos: bodas de platina ou safira 50 anos: bodas de ouro 55 anos: bodas de ametista 60 anos: bodas de diamante ou jade 65 anos: bodas de ferro ou safira 70 anos: bodas de vinho 75 anos: bodas de brilhante ou alabastre 80 anos: bodas de nogueira ou carvalho

Dia Mundial da Fotografia | Düsseldorf 2010

Bild

A pequena morte

Não nos provoca riso o amor quando chega ao mais profundo de sua viagem, ao mais alto de seu voo: no mais profundo, no mais alto, nos arranca gemidos e suspiros, vozes de dor, embora seja dor jubiliosa, e pensando bem não há nada de estranho nisso, porque nascer é uma alegria que dói. Pequena morte , chamam na França a culminação do abraço, que ao quebrar-nos faz por juntar-nos, e perdendo-nos faz por nos encontrar e acabando conosco nos principia. Pequena morte , dizem; mas grande, muito grande haverá de ser, se ao nos matar nos nasce. Eduardo Galeano Mulheres

Angelina Jolie vai assistir em Berlim à estreia do seu último filme "Salt"

Bild
Angelina Jolie em "Salt"
"Os jornalistas são subjectivos porque são seres humanos. Portanto os seus olhares, por mais objectivos que sejam, reflectem sempre a sua experiência de vida ou visão pessoal." Fonte: Jornal i

"Fragments"

" Fragments ", conjunto de escritos de Marilyn Monroe até agora inéditos, mostra que havia, por trás do corpo com mais "sex-appeal" de todo o século XX, uma actriz apaixonada por Whitman, Joyce, Yeats e Beckett.

Antes de me casar eu tinha quatro teorias sobre como educar os filhos. Agora tenho quatro filhos, e não me resta nenhuma teoria.

"Aqui ao pé de nossa casa há um café que serve "frango tipo leitão". Nós fomos passar férias para um "Moledo tipo Sylt". As fotos explicam melhor."

Bild
Paulo Malheiro Dias

Fotos inéditas de Marilyn Monroe em exposição em Inglaterra na Westover Gallery

Bild
A Thoughtful Moment, The Misfits, 1960, Eve Arnold

Passado, Presente, Futuro

Eu fui. Mas o que fui já me não lembra: Mil camadas de pó disfarçam, véus, Estes quarenta rostos desiguais. Tão marcados de tempo e macaréus. Eu sou. Mas o que sou tão pouco é: Rã fugida do charco, que saltou, E no salto que deu, quanto podia, O ar dum outro mundo a rebentou. Falta ver, se é que falta, o que serei: Um rosto recomposto antes do fim, Um canto de batráquio, mesmo rouco, Uma vida que corra assim-assim. José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"

Nude Visions — 150 anos de imagens do corpo humano na fotografia e na pintura

Bild
Esta tarde dei um pulo a Wuppertal para visitar esta exposição no VON DER HEYDT MUSEUM , apesar da chuva torrencial. Valeu a pena? Caso não apanhe uma pneumonia, que me leve desta para melhor, então sim, valeu a pena.

Ernst Wilhelm "Wim" Wenders, uma das figuras mais importantes do Novo Cinema Alemão, nasceu em Düsseldorf a 14 de Agosto de 1945 (65 anos)

Bild

José Maria Figueiredo Sobral morreu dia 13 de Agosto aos 84 anos em Lisboa

Bild
O pintor, escultor e poeta José Maria Figueiredo Sobral , que se afirmava "um surrealista barroco", morreu dia 13 de Agosto no Hospital de S. José, em Lisboa, aos 84 anos. Autor de vasta obra artística (pintura, escultura, desenho, tapeçaria, gravura, cerâmica, cinema, teatro, poesia) estudou na Escola de Artes Decorativas António Arroio (teve como professores Lino António, Paula Campos e Rodrigues Alves), trabalhou em publicidade e ilustração, no Diário de Notícias e na Empresa Nacional de Publicidade. Conviveu com o grupo Surrealista, co-fundou a revista Minotauro. Preso várias vezes por críticas ao regime salazarista.

As mulheres de Havana

Bild
Hoje durante o meu passeio matinal pelos blogues amigos deparei-me com A família a gente não escolhe... no crónicas do rochedo. Não comentei, mas pensei cá com os meus botões, não é só a irmã do Fidel de Castro que está desiludida com a Revolução. Quantas gerações de mulheres cubanas viram morrer os seus sonhos, as suas esperanças, os seus interesses na utopia socialista? Por outro lado, nem tudo é mau em Cuba: os médicos tem uma formação profissional excelente, os futuros dançarinos recebem lições e sapatilhas de ballet de graça, o nível educacional é elevado, e há ainda muitos cubanos que recordam com horror o tempo antes de Fidel de Castro. Como por toda a parte do mundo há em Cuba sol e sombra: alegria de viver, angústia existencial, pobreza, prostituição e turistas com dólares. Á tarde na minha ronda pelas livrarias de Düsseldorf, e não pelas do Porto, encontrei Die Frauen von Havanna (As mulheres de Havana) — relatos da vida de 14 mulheres fora do comum. Dei uma vista de olhos
Bild

A grande retrospectiva do trabalho de Robert Mapplethorpe exibe 150 fotos sobre nudez, homossexualidade, flores, imagens de esculturas e autoretratos

Bild
Robert Mapplethorpe: Phillip Prioleau, 1980 Esta tarde visitei o espaço de exposições NRW-Forum em Düsseldorf, onde se encontra a grande retrospectiva do trabalho do fotógrafo norte-americano Robert Mapplethorpe. Trabalho esse, que foi alvo de debates controversos, principalmente nos Estados Unidos. As lentes de Mapplethorpe foram sempre voltadas para a nudez, actos sexuais e práticas sadomasoquistas. Todas as suas experiências se refletiram de forma inequívoca na sua arte, numa tal extensão que muitos de seus trabalhos são até hoje impedidos de ser exibidos. "Eu olho para a perfeição da forma. Eu faço isso em retratos, em fotos de penis, em fotos de flores" , declarou Mapplethorpe. A exposição tem limite de idade – apenas maiores de 16 anos podem lá entrar.

Para cerca de 4 milhões de muçulmanos residentes na Alemanha começa hoje o Ramadão

O Ramadão, o mês sagrado dos muçulmanos, realiza-se no nono mês do calendário lunar islâmico. Ao longo de quatro semanas, os fiéis não podem comer ou ingerir líquidos entre o amanhecer e o pôr-do-sol. Grávidas, pessoas idosas, doentes e crianças ficam dispensadas do jejum. O período de jejum não se refere apenas à comida e bebida: o fumo e o sexo são também tabus até antes do anoitecer. A cultura alemã está a descobrir aos poucos o Ramadão, como por exemplo, no festival do Ramadão em Berlim. Nos últimos anos, a festa de quebra do jejum já não é um acontecimento apenas dos muçulmanos, pessoas de diversas religiões também participam — uma espécie de diálogo de culturas. O ano passado, o nosso amigo marroquino convidou-nos para festejar a quebra de jejum em casa dele com muita música e comida. Foi uma delícia e uma experiência muito rica, para mim, a oportunidade de reflectir sobre a minha atitude negativa em relação à religião islâmica.

Memórias de Las Vegas 2002

Bild

Sempre Saramago

O Rogério do conversa avinagrada lançou o desafio; o Carlos do crónicas do rochedo escolheu O Verão segundo Saramago ; o Carlos do conversas daqui e dali rendeu-se às suas palavras . E eu? O meu primeiro encontro com José Saramago ocorreu há alguns anos com O Evangelho segundo Jesus Cristo . O romance mostra um Jesus cheio de dúvidas e é, com toda a certeza, um dos romances mais polémicos do século XX, escritos na língua portuguesa. Por esse motivo, deixo aqui um excerto, que se pode ler no Evangelho (págs. 210-211 da edição portuguesa): "Agora vais dizer-me, segundo o que te aconselhem as tuas luzes, se, chegando nós um dia a ser poderosos, permitirá o Senhor que oprimamos os estrangeiros que o mesmo Senhor mandou amar, Israel não poderá querer senão o que o Senhor quer, e o Senhor, porque escolheu este povo, quererá tudo quanto for bom para Israel. Mesmo que seja não amar a quem se devia. Sim, se essa for, finalmente, a sua vontade, De Israel ou do Senhor, De ambos, porque sã

Com licença para ronronar!

Bild
Hoje comemora-se o Dia Mundial dos Gatos. Na Alemanha, o gato é o animal de estimação número um — vive em 36% dos lares.

Feliz Fim de Semana!

Bild

Rosa de Hiroshima de Vinícius de Moraes

Pensem nas crianças Mudas telepáticas Pensem nas meninas Cegas inexatas Pensem nas mulheres Rotas alteradas Pensem nas feridas Como rosas cálidas Mas oh não se esqueçam Da rosa da rosa Da rosa de Hiroshima A rosa hereditária A rosa radioativa Estúpida e inválida A rosa com cirrose A anti-rosa atômica Sem cor sem perfume Sem rosa sem nada Foi, apenas, há 65 anos.

The Ladykillers

Bild
The Ladykillers and Mrs. Wilberforce A 5 de Agosto de 2000 morreu o actor Alec Guinness, razão essa, porque diversos canais de televisão exibem alguns dos seus melhores filmes. Esta noite não resisti a ver pela milésima vez The Ladykillers "O quinteto era de cordas" um filme britânico de 1955 do género Comédia de Humor Negro , realizada por Alexander Mackendrick. Alec Guiness é o sinistro Professor Marcus que aluga a parte superior de um velho edifício no bairro de King's Cross em Londres. A proprietária é a excêntrica viúva Louisa Wilberforce (Katie Johnson), que habita a parte de baixo do edifício com os seus três papagaios. O Professor convence a velhinha de que ele e seus quatro amigos são músicos amadores e querem os quartos para se reunirem e tocarem música clássica. Quando os amigos chegam ele apresenta-os como "Major" Courtney (Cecil Parker), Mr. Harry Robinson (Peter Sellers), Mr. Lawson (Danny Green) e o Mr. Louis Harvey (Herbert Lom). Apesar das

Zé, quando regressas de novo à realidade?

Bild

Sou uma mulher, que não quer muito, mas sim, simplesmente tudo!

Bild

Uma rua chamada Saramago

Sim, Saramago no Porto , provocou em mim uma ligeira irritação, não hesitando em mandar um comentário um tanto polémico para o crónicas do rochedo: O documento é subscrito por várias personalidades ligadas à Cultura: Mário Cláudio, Vasco Graça Moura, valter hugo mãe, Ana Hatherly, Albuquerque Mendes, José Emídio, José Rodrigues e Alcino Soutinho, entre outros. Todos intelectuais! Mas o que pensa o portuense da classe média? Sabe o portuense que vive na rua, quem era o Saramago? Perguntem às peixeiras do Bolhão, se querem uma rua com o nome de um Prémio Nobel? O Porto não pertence a uma elite intelectual, mas sim, a todos os portuenses, portanto todos os portuenses têm de decidir se querem ou não uma rua Saramago. Será que também sou cega de algum olho? Não, do olho direito não sou! Caso os portuenses queiram pôr a uma rua o nome de Álvaro Cunhal, apoio logo a ideia. Eu própria acreditei, durante anos, nessa utopia maravilhosa chamada comunismo. Não quero, nem deixo de querer uma rua

Hoje é o teu aniversário, Gui! Estou aqui para comemorar contigo! Relaxa e goza as férias em Moledo!

Bild
Praia de Moledo

Hoje vi

Bild

Um pouco mais de sol

Bild
mamaliga