Armando Baptista-Bastos * 1934 † 2017

Considerado um dos maiores prosadores portugueses contemporâneos, Armando Baptista-Bastos nasceu em Lisboa, no Bairro da Ajuda, que centralizou em vários romances e numerosas crónicas, em 27 de Fevereiro de 1934. Morreu esta terça-feira, aos 83 anos.

Kommentare

  1. Vamos empobrecendo, Teresa.
    BB não resistiu ao que o levou a dois meses de internamento no Hospital de Santa Maria.
    Que descanse em paz.

    AntwortenLöschen
  2. Antworten
    1. Soube a triste notícia através do teu blogue, Graça.

      Löschen
  3. Também lamento muito a sua morte ! :((

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. É obrigatório ler a sua obra ímpar.

      Löschen
  4. Disse ele que a colina da Ajuda é a única de Lisboa que não treme nos terramotos. Mas além desta curiosidade que surgiu em conversa, deixou-nos muito sobre que pensar, os seus escritos espicaçam o leitor.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. .... com uma crueldade seca e irónica.

      Löschen
  5. Partiu um cultor da Língua Portuguesa, Teresa.
    Que repouse em paz.

    AntwortenLöschen
  6. Já repararam que estas situações de falecimentos de pessoas queridas e que admiramos vão sendo cada vez mais frequentes e comuns ?... E o que fazer, se nós e eles vamos envelhecendo ?...
    Estas perdas custam-nos sempre muito a aceitar, mas o que fazer ?...
    É inevitável e só podemos lamentar , mas temos que nos habituar "à ideia" ! :(

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Em 10 de Junho de 2006, conheci Armando Baptista-Bastos na Feira do Livro no Porto. Fiquei maravilhada com a sua delicadeza e o seu requinte.

      Claro que a morte da nossa querida amiga foi para mim muito mais dolorosa.

      Löschen
  7. É a lei da vida! Mas custa sempre aceitar a morte como certa.

    Também admirava o seu estilo inconfundível e contundente.

    Um beijinho

    O Toque do coração

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora seja a lei da vida, custa muito a aceitar a morte dos nossos ente-queridos.

      Um escritor e jornalista inconfundível.

      Desejo-te um fabuloso fim-de-semana, Fernanda.

      Löschen
  8. Um grande homem. Que descanse em paz.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Um grande escritor e um grande jornalista. O que é raro.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen