acordamos de um pesadelo


 O ataque em Munique foi realizado por um único atirador: um adolescente de 18 anos, alemão de origem iraniana. Ali David S. nasceu em Munique. Os seus pais imigraram para a Alemanha nos anos 1990. 
Ele foi encontrado morto a cerca de um quilómetro do shopping center Olympia, palco do tiroteio.
O shopping center Olympia, localizado numa área residencial da cidade, foi inaugurado em 1972, quando Munique sediou os Jogos Olímpicos.
A grande operação envolveu 2300 polícias, apoiados por elementos das forças especiais. Forças do estado alemão da Baviera mas também da Suíça e da Áustria estiveram envolvidas na operação.

Kommentare

  1. Estamos todos de luto... :(

    Beijo triste

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Munique amanheceu em luto após o ataque. Um pequeno memorial, com flores, velas e cartazes, foi montado próximo ao shopping Olympia e a uma filial do restaurante McDonald’s, que foram palcos do tiroteio. Nove flores e nove velas foram dispostas no memorial, em homenagem aos nove mortos no ataque, que também deixou 16 feridos.

      Löschen
  2. Jogos Olímpicos de Munique de 1972: o Setembro negro.

    Nada muda o que aconteceu mas acho estranho que por causa de um jovem que viria, pouco depois, a ser encontrado morto, as autoridades germânicas tivessem optado por tão grande aparato.

    Também não percebo que a polícia de Munique tivesse mantido, por várias horas, a teoria de que os atiradores fossem três.
    Tudo isto tem um nome: displicência informativa com o respectivo aproveitamento mediático.

    Beijinho, Teresa.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A cada acto-relâmpago de terror tudo se torna menos nítido, porque o inimigo é invisível, ataca de forma inesperada e em lugares públicos movimentados. O atirador chegou a ser perseguido por um policia, que atirou contra ele, mas não acertou e acabou perdendo-o de vista. Por volta das 20h30, o adolescente foi encontrado morto com um tiro na cabeça, disparado por ele mesmo. Somente às 2h da manhã a polícia pôde confirmar se tratar do único autor do massacre.

      Muitos atentados são evitados na Alemanha devido a uma excelente acção preventiva das nossas autoridades.

      Beijinho muito trite, meu amigo.

      Löschen
  3. Horrível! O medo que se está a apoderar da Europa! Mau de mais! Quando e como é que isto vai parar?! :(

    Beijo.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Primeiro foi a terrível carnificina, com 84 mortos, em Nice; depois o atentado no dia 18 de Julho por um jovem refugiado num comboio regional em Würzburg, do qual diversos turistas chineses saíram gravemente feridos.

      O terror aproxima-se em todo o mundo.

      Löschen
  4. Um horror.
    Quando ficamos a saber que estes actos de loucura são cometidos por pessoas tão jovens que até podem estar ainda nas casas dos pais e nada faz prever o que lhes anda na mente...é assustador.
    Ainda o pior de tudo é que ninguém encontra uma solução.
    Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Onde estamos seguros?

      Neste momento, a polícia alemã informou, que um homem matou uma mulher com um machado e feriu duas pessoas na cidade de Reutlingen, no sudoeste da Alemanha. O atacante é um refugiado sírio de 21 anos, requereu o estatuto de exilado na Alemanha, e tem antecedentes criminais, mas diz não ter elementos que indiquem tratar-se de um "atentado terrorista".

      Beijinho triste, papoila.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen