Nos teus anos


Se eu fosse poetisa
Far-te-ia um poema,
Mãe!
Breve,
Singelo
E muito belo.

Se eu fosse pintora
Reproduziria
Na minha tela
O teu rosto
Mãe!
Esse rosto
Lindo,
Gentil,
Airoso.
O teu olhar
Azul,
Suave,
Brando,
Melodioso.

Mas não, Mãe!
Eu não sou poetisa,
Nem sou pintora,
Eu não sou nada.

Só tenho
Para te dar
O meu amor!

Kommentare

  1. "Só tenho para te dar o meu amor"
    E que coisa melhor poderia ter para dar, minha amiga?
    Beijinho desde Lisboa, com votos de excelente fds

    AntwortenLöschen
  2. Lindo !
    Uma filha pode não ter nada, pode não ser nada, mas sendo filha, tem e é tudo que uma mãe possa ambicionar, especialmente se tiver muito amor p'ra dar !

    Passa um excelente fim de semana !
    .

    AntwortenLöschen
  3. Não serás a única a só ter amor para dar. Mas sabes que mãe gosta sempre disso, não é?

    Beijocas!

    AntwortenLöschen
  4. As mães
    não são mães de poetisas
    de pintoras, nem de doutoras

    As mães
    são mães de filhas, suas crias
    que lhe devolvem a dita da vida
    com o amor agradecido

    AntwortenLöschen
  5. Quem escreve assim é poetisa!
    Lindo poema de amor :-)

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen