Dia das Mães!

Uma jovem americana, Annie Jerwis, perdeu a sua mãe e entrou em completa depressão. Preocupadas com o sofrimento, as amigas tiveram a ideia de perpectuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães, vivas e mortas. Em pouco tempo, a comemoração e consequentemente o Dia das Mães se alastrou pelos Estados Unidos e, em 1914, a sua data foi oficializada para 9 de Maio. Em Portugal, o Dia das Mães é celebrado no primeiro domingo de Maio. Já na Alemanha, é celebrado no segundo domingo de Maio.

flor de Maio

Adeus, Mãe!
Adeus, Querida!

Escrevo
num papel branco
palavras de saudade,
palavras de remorso,
mil palavras,
as últimas palavras.

Adeus Mãe !
Adeus Querida!

Não ouves chorar o meu coração
nestas palavras perdidas?

Tu dormes serena e bela
No teu caixão de marfim

Escrevo
palavras antigas,
palavras de sempre.
Pouso-as nas tuas mãos
brancas como puras açúcenas.

Adeus, Mãe !
Adeus, Querida!

Kommentare

  1. dada a importância da maternidade na humanidade, não percebo como não foi possível compatibilizar este dia nos vários países, que até tem variado no tempo. Qualquer forma, não conhecia a origem desta comemoração e, felizmente, ainda a posso comemorar com a minha mãe

    AntwortenLöschen
  2. Olá Teresa
    Gostei do poema. Vieram-me as lágrimas aos olhos, porque da minha não guardo as últimas palavras, mas um enorme sorriso, cheio de paz e resignação.
    Jamais o esquecerei.
    Um resto de dia feliz
    Licas

    AntwortenLöschen
  3. Não me importava nada de ir... .

    Não, Teresa, não festejei o Dia da
    Mãe. A minha está lonje e eu ainda estou mais lonje do meu filho. Acho que já mencionei algures que ele está em França.

    Falámos ao telefone como noutro dia normal. Já estou habituada, Teresa. O ano passado estava em Berlim e para o ano se tudo correr como ele planeou, estará novamente em Berlim.
    Não me importo Teresa, é com muito orgulho que o vejo voar, com asas bem firmes e responsáveis.

    Beijo.
    Fátima

    AntwortenLöschen
  4. Um abraço, Teresa. Eu já não tenho pai há muito tempo, mas tenho a sorte de ainda ter mãe.

    O Dia da Mãe em Portugal era, antes de nos americanizarmos, festejado a 8 de Dezembro, dia de Maria da Imaculada Conceição, santa padroeira de Portugal.

    AntwortenLöschen
  5. Olá Teresa

    Enquanto se tem a Mãe viva nem passa pela cabeça que um dia este adeus chegará. Emociona este poema, sim e muito.

    Também desconhecia a origem desta homenagam às mães.

    Beijinhos
    Isabel

    AntwortenLöschen
  6. Não conhecia a origem dessa tradição.

    Felizmente a minha ainda é viva (tanto que está de férias no Brasil, onde também foi ao casamento do filho de uma amiga) e goza de uma saúde razoável, fazendo a sua vida independente, como sempre. Nem sempre é o caso...

    Nada serve de consolo para uma perda tão grande! Mas deixo um beijinho carinhoso para ti!

    AntwortenLöschen
  7. Hoje passei o dia com a minha mãe :)

    AntwortenLöschen
  8. Nunca tinha ouvido o porquê deste dia!!!
    Sabia do dia 8 de Dezembro!

    bjcaaaaaa

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen