ONCOLOGIA

Alina Novopashina, EPA

Os olhos pertencem a uma mulher saudita de 35 anos operada em Berlim. Uma equipa de médicos alemães removeu um tumor ósseo maligno com 17,75 quilos que se desenvolveu na pélvis da doente. A neoplasia teve de ser atacada com quimioterapia antes de ser extirpada em cinco fases.

Kommentare

  1. Olá Teresa

    Um tumor bem grande. Hoje não estou lá muito inspirada, mas isto do cancro faz medo.

    Os olhos da jovem mulher impressionaram-me.

    Beijinho
    Isabel

    AntwortenLöschen
  2. Tens a certeza que é ela? Não será uma filha, uma irmã, uma tia, sei lá quem mais?

    É que esta história das burhkas presta-se a muita coisa...

    De cancro não me apetece falar: ainda na semana fui a um velório de alguém que "desapareceu" em cerca de dois meses!

    Beijinhos!

    AntwortenLöschen
  3. Dieser Kommentar wurde vom Autor entfernt.

    AntwortenLöschen
  4. porque será que suspeito que implicitamente o post denuncia o tratamento dado às mulheres saudita? Pressinto que o grau de desenvolvimento da doença se deveu a preconceitos que impediram um tratamento mais cedo da doente por médicos capazes. Mas talvez esteja errado... espero que esteja.
    o cancro já viveu em minha casa devido ao meu pai... o melhor é sempre prevenir e não ter medo de falar da doença.

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen