Entre o Estado de Direito e a vingança




„O vento havia aumentado e os densos arbustos verdes que escondiam o seu corpo imóvel farfalhavam e balançavam. Relâmpagos rasgaram o céu a oeste: ziguezagues brancos e roxos brilharam atrás do brilhante horizonte de Manhattan. Começaria a chover agora também, e logo. Ele se agachou na vegetação rasteira e cerrou os dentes enquanto o seu pescoço enrijecia com o estrondo do trovão. Só faltou isso. Um aguaceiro enquanto ele estava sentado aqui à espera da cadela voltar para casa.“


Nova York 1988:

A personagem principal do thriller jurídico em vez de thriller psicológico de Jilliane Hoffman é Chloe Joanna Larson, 24 anos, estudante de direito e a 6 semanas dos seus exames.
Ela tem um encontro com Michael, o seu namorado, e espera que nesta noite quente de verão, que também é o aniversário dela, ele finalmente anuncie o noivado.
O que ela não sabe é que um criminoso sexual mascarado de palhaço está à espreita no arbusto de pervinca do lado de fora do seu apartamento. Quando ela volta do encontro, que não teve o resultado esperado, o palhaço sobe pela janela do apartamento, toma-a em seu poder, abusa dela severamente e a estupra durante toda a noite tempestuosa e na manhã seguinte. Chloe escapa com vida apenas porque ela é descoberta pela sua amiga Marie Catherine, com quem tinha um encontro de aeróbica . Ela encontra Chloe gravemente ferida e a leva para o bairro de Queens Jamaica Hospital . Ela fica gravemente traumatizada e muda completamente a sua vida.

Miami 2000: Chloe se torna CJ


Doze anos depois, Chloe é promotora em Miami e mudou de nome. Há um ano, a população está chocada com a brutalidade de um assassino em série que recebeu o nome de Cupido: onze jovens loiras já desapareceram e nove corpos foram encontrados sem coração. Então acontece algo que ninguém esperava. Uma interrupção de trânsito para um Jaguar preto suspeito de ter drogas no porta-malas com base numa denúncia anónima, mas encontra o cadáver de Anna Prado, a décima vítima do Cupido. CJ é a promotora neste caso, mas quando ela chega ao indiciamento, ela reconhece em William Rupert Bantling o homem que lhe causou grande dano há 12 anos. Ela está com problemas agora: ela não pode contar a ninguém sobre isso e ela não pode realmente entregar o caso, já que ela está a trabalhar  nisso há um ano. Ela tem de reunir forças para o longo processo. O seu algoz não pode ser libertado.

Jilliane Hoffman foi promotora na Florida e durante anos instruiu as forças especiais do estado — de policiais antidrogas ao Esquadrão do Crime Organizado — em todas as questões legais em nome do estado. A trilogia "Cupido", "Morpheus", "Argus" foram todos best-sellers.

A vantagem de ler romances policiais é que os ofereço imediatamente após a leitura.

Kommentare

  1. Um bocado filosofia chiclete, usar e deitar fora.
    Boa semana

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Acabei de ler o livro 📕 e foi logo ao seu destino!!
      Infelizmente, não uso a filosofia chiclete com os livros que adoro‼️

      Löschen
  2. Gosto de ler romances policiais.
    E este, a julgar pela descrição, deve ser bom.
    Boa semana.
    Um beijo das margens do rio sem margens.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa Palmira Hoffbauer6/05/2023

      Tendo como pano de fundo o verão quente de Miami, a autora confronta cadáveres mutilados, tortura extrema e as consequências para o corpo e a alma‼️

      Um beijo da aldeia do Düssel.

      Löschen
  3. Gosto de ler romances. Mais de amor do que policiais. Imagino que este seja um romance que dê gosto ler.
    *
    Semana com Saúde, Paz e Amor.
    */*

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa Palmira Hoffbauer6/05/2023

      O pesadelo de toda mulher: ela entra no seu apartamento à noite. Ela está sozinha. Tudo parece o mesmo de sempre, apenas algumas pequenas coisas fazem-na tropeçar. Ela não se importa. Ela vai dormir.
      E este é o momento que o homem que estava à espera dela, entra pela janela.

      Apenas recomendado às leitoras que morem a partir do segundo andar‼️

      Löschen
  4. Romances policiais, considero quase, quase, uma perda de tempo.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa Palmira Hoffbauer6/05/2023

      Há um tempo para o trabalho.
      Há um tempo para o amor.
      Há um tempo para ler romances policiais‼️

      Löschen
  5. Arrepiante à boa maneira dos policiais.

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa Palmira Hoffbauer6/05/2023

      Nunca li um romance policial do ponto de vista de uma advogada antes, mas sim do ponto de vista dos investigadores. Achei isso muitíssimo interessante.

      Um abraço, Leo, da aldeia do Düssel 🌼

      Löschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

A Fúria Do Açúcar 🏖 eu gosto é do verão

E tudo começou na pequena banheira azul

13 de julho de 2007