pensamento inacabado



„As pessoas estão exigindo liberdade de expressão como compensação pela liberdade de pensamento que raramente aproveitam." ​

SØREN Kierkegaard

Kommentare

  1. Desde que tenham liberdade de expressão até podem não pensar e dizer disparates.
    Mordaça é que não.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Anonym8/11/2022

      Sou absolutamente contra a mordaça, Pedro, contudo os disparates
      e insultos que se lêem por aí, não têm razão de ser.

      Löschen
  2. O pensamento deste filósofo, creio que dinamarquês, parece reacionário e até proferido por um ditador se não for visto no contexto do século XIX.
    Continuação de boa semana, minha amiga.
    Um beijo.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Anonym8/11/2022

      Quando leio as parvoíces e os insultos nas redes sociais,
      penso que o pensamento do primeiro filósofo existencialista
      e crítico social dinamarquês, Søren Aabye Kierkegaard,
      tem toda a razão de ser.

      Löschen
  3. Acho que é muito difícil não se aproveitar a liberdade de pensamento.
    " Não há machado que corte a raiz ao pensamento..."

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Anonym8/11/2022

      Actualmente, os indivíduos pensam mais com a barriga do que com a cabeça!!

      Löschen
  4. Antworten
    1. Teresa8/11/2022

      Ui Ui … o calor a fazer das suas!!

      Löschen
  5. As pessoas esquecem-se, ou não sabem, que a liberdade de expressão não é um direito absoluto e que implica determinadas responsabilidades e deveres.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa8/11/2022

      Catarina, é isso exatamente aquilo que Søren Aabye Kierkegaard
      — um dos meus filósofos de eleição — expressa nesta citação.

      Löschen
  6. Hoje em dia a visão que se tem da liberdade faz com que certas pessoas invoquem o direito a dizer tudo mesmo que as mais canhestras imbecilidades, mentiras e insultos.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa8/11/2022

      O pensamento do filósofo dinamarquês não é reacionário
      e nem precisa de ser visto no contexto do século XIX.
      Na interpretação que lhe dou, é um pensamento assertivo.

      Löschen
  7. A liberdade de existência é o melhor elixir da vida. A mordaça é um crime/ato/obrigação, nojento/a.
    Deixo um beijinho

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa8/11/2022

      O filósofo dinamarquês não era contra a liberdade de expressão,
      quando usada com inteligência.

      Löschen
  8. Concordo com o Kierkegaard porque na maioria das vezes o que sucede é "penso, logo desisto!".
    Bom fim-de-semana!
    Muito bom dia!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Teresa8/12/2022

      Muitíssimo interessante a modificação de “Penso, logo existo!” em “Penso, logo desisto!”

      Löschen
  9. Aquilo com que concordo é que foi exactamente isso que aconteceu com Jean Michel Basquiat... e está a acontecer com muitos de nós.
    Abç

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

Diálogos em transição

Aproveito o silêncio