A VIDA, O AMOR E A MORTE



„Vida, amor e morte são a trilogia do desassossego!“
Diz a ROSA DOS VENTOS

 

Kommentare

  1. Diz, e diz bem! Adorei!
    A fotografia é qualquer coisa de extraordinário!

    Ps: Coloquei de novo o meu poema aqui passado, no bem blogue. Apenas arranjei um titulo. Espero que a Amiga Teresa não se importe. 🌹💙
    .
    A coisa mais certa da vida...
    .
    Beijo, e um excelente dia.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Porque é que me havia de importar, que a Cidália tenha trocado o título e a imagem? A Clara também não desse RENOIR.

      Löschen
    2. Porque é que me havia de importar, que a Cidália tenha trocado o título e a imagem? A Clara também não gostou desse RENOIR.

      Boa noite 🌙
      .

      Löschen
  2. "" Trilogia do desassossego ""

    BRILANTE

    Beijinho

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. NÃO sofro de desassossego.
      Faço da minha vida uma obra prima.
      Indubitável é a morte 💀

      Löschen
  3. A fotografia está muito apropriada para a frase da Rosa.
    Parece-me raízes de uma árvore, será a árvore da vida ?
    Estou de acordo com a frase, mas acho que também desassossegamos com a injustiça.

    Um beijinho, Teresa.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Árvore do jardim de familiares que vivem em Krefeld.
      Uma frase marcante da Rosa dos Ventos.
      Quanto melhor preenchermos a nossa vida, menos recearemos perdê-la.
      Beijo sossegado 🍀

      Löschen
  4. A frase publicada, da autoria de Rosa dos Ventos é simples mas certeira.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A vida não é fundamentalmente DOR.
      Há prazer e alegria no AMOR.

      Löschen
  5. Sempre me empenhei na vida
    viver em desassossego
    Como viver sossegado
    num mundo assim tão horrendo

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Cada indivíduo vive à sua maneira.
      Tu desassossegado no teu mundo horrendo.
      Eu tranquila no meu mundo pequeno 🌎

      Löschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

O que ando a ler?