Know the Artist: Tamara de Lempicka

 

Kommentare

  1. Antworten
    1. She was very, very cool and her ashes were scattered over the volcano Popocatépetl.

      Löschen
  2. Infelizmente , não sei uma palavra que seja da Língua ....

    Bom resto de semana, abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Queixa-te ao nosso amigo Ricardo Santos, pois foi ele que me enviou este vídeo que eu considero excelente.

      Um abraço bem humorado e bem português 💙

      Löschen
  3. Para variar não conhecia.
    O som do meu computador está demasiado baixo, só consigo entender uma por aqui outra por ali.

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Conheço bem a obra de Tamara de Lempicka, todavia não conhecia o vídeo que o Ricardo Santos me enviou. Não gosto de ver vídeos, mas deste gostei. Tenta novamente, Leo, a comentadora tem uma dicção magnífica.

      Löschen
  4. Pronto, eu não percebo línguas, mas apreciei a Arte que o vídeo mostrou :)
    -
    A vida tem sonhos que vão partir ...
    -
    Beijos e uma excelente tarde!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Um vídeo para inspirar qualquer pessoa a gostar da arte de Tamara de Lempicka. Qualquer dia faço um resumo do que a comentadora diz acerca desta artista polaca, radical e bissexual.

      A minha vida não tem sonhos, tem apenas realidades 🦋

      Löschen
  5. Ela é bissexual? Gosta de mulheres? Também eu, lol

    Beijinho carinhoso

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Na década de 1920 Tamara de Lempicka (1898-1980) esteve associada intimamente com mulheres lésbicas e bissexuais em círculos de artistas e escritores, como Violet Trefusis, Vita Sackville-West e Colette.

      Beijoca de um Düsseldorf primaveril — fui ao jardim de manga curta.

      Löschen
  6. Não gostei muito da narradora. Demasiadas expressões faciais que distraem. A dicção não é má.

    Tamara, uma mulher muito realista que não pedia desculpa pelo seu comportamento e escolhas artísticas. Muito avant-garde.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. As expressões faciais da narradora não me distraíram — mais importante para mim é a dicção perfeita.

      Admiro muito as mulheres „avant-garde“ como a britânica Vivienne Westwood que completa hoje 80 anos.

      Löschen
  7. Dicção perfeita
    fico com inveja
    é que com placa
    a minha é fraca

    mas como dou prioridade ao dito
    aos detalhes do como é feito, nem ligo

    (é frequente de, quando falo, ter aplauso!)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Existem alguns exercícios que ajudam a melhorar a dicção, que podem ser feitos sozinho em casa ou com a ajuda de um fonoaudiólogo. Tenta, Rogério!! Assim, não são só os amigos que te dão aplausos, quando falas.

      Löschen

Kommentar posten

Beliebte Posts aus diesem Blog