Dorothy "Dora" Wordsworth


Na sua quarta edição, as Conversas no Bairro convidam a conhecer os autores de língua inglesa que viajaram por Portugal e escreveram sobre o nosso país, a Bíblia como documento fundamental na cultura ocidental, a comemoração dos 240 anos das relações diplomáticas entre Portugal e a Rússia e a especificidade da língua do sudoeste português, entre outros temas. As Conversas decorrem a partir de 28 de setembro e durante os próximos dois meses.

Em 1845 e 1846, Dora Wordsworth (1804-1847), filha de William Wordsworth e casada com o poeta Edward Quillinan, viaja de Inglaterra até ao Porto para vir ao casamento do seu cunhado, com a esperança que a viagem e a "mudança de ares" melhorassem o seu estado de saúde. Ao regressar a Inglaterra, publica o seu diário de viagem com o título Journal of a Few Months Residence in Portugal and Glimpses of the South of Spain (1947), pouco antes de falecer. A nossa palestra analisa sobretudo as paisagens históricas e etnográficas portuguesas escolhidas, filtradas e representadas por Dora durante a sua estada em Portugal, que acabaria por se estender geograficamente até Lisboa e Sintra, e posteriormente a Espanha e a França, permitindo-lhe construir a imagem de uma viajante e informada, e até especialista, sobre os espaços visitados. 

Rogério Miguel Puga — Professor Auxiliar da NOVA FCSH, investigador do CETAPS, do CHAM (FCSH) e do CEC (FLUL), bem como de outros centros internacionais. As suas áreas de interesse são as relações anglo-portuguesas, a ficção britânica contemporânea e a escrita de viagens. Foi também professor na Universidade de Macau (2007-2009), território que, tal como Goa, é também objecto do seu estudo, nomeadamente a presença inglesa e as relações anglo-portuguesas nessas regiões.

Kommentare

  1. Se fora lisboeta talvez frequentasse estas conversas de bairro em Cascais. Ficava a conhecer perspectivas de quem vem de fora e terá, talvez, um olhar mais despido acerca de Portugal e os portugueses.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Ainda não li O Diário de Dora Wordsworth sobre Portugal. Uma mulher do século XIX tem um olhar muitíssimo diferente de uma mulher do século XXI, penso eu‼‼

      Löschen
  2. Desconhecia completamente estas Conversas de Bairro e a autora em questão!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Cascais prima pela sua disponibilidade nas diversas áreas culturais‼

      Continuação de bom fim-de-semana 🍁

      Löschen
  3. Desconhecia, mas vou já tomar nota :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Pensas encontrar O Diário de Dora Wordsworth numa livraria ⁉

      Löschen
  4. Antworten
    1. Também fiquei curiosa, Gabi‼ Tenciono investigar na biblioteca da faculdade de estudos ingleses‼

      Löschen
  5. Antworten
    1. AQUI, as nuvens só trouxeram chuva ☔

      Um domingo à espera dos resultados das eleições legislativas‼

      Löschen

Kommentar posten