Domingo livre de carros em Düsseldorf 🌻


Em 1997, ativistas franceses decidiram criar o Dia Mundial Sem Carro e escolheram a data de 22 de setembro para organizar a mobilização. 
A ideia de deixar o carro em casa como forma de propagandear o uso menos intensivo dos veículos automotores e mostrar que existem alternativas de transporte menos danosas ao meio ambiente deu tão certo que, já em 2000, cerca de 760 cidades europeias participavam da iniciativa. Pelo sucesso da iniciativa a partir de 2002 é lançada a Semana Europeia da Mobilidade.
Que tal experimentar deixar o carro na garagem por um dia?  
Hoje, fomos para as ruas sem carro. 
Uma iniciativa a repetir uma vez por mês? Talvez!!

Kommentare

  1. Para quem tem que se deslocar longe, terá que ir de transportes públicos. Mesmo assim, estará a contribuir para o bem estar do ambiente. : )

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Hoje, os transportes públicos são gratuitos 🌻
      As estradas não estão livres de carros, simplesmente dentro da cidade 🌻

      Löschen
  2. Sim, mas mesmo na cidade, há lugares, que devido à distância, eu não poderia ir a pé. Demoraria dias a lá chegar. : ))
    Hoje é a Corrida Terry Fox. Estas corridas são organizadas a nível mundial. Provavelmente já ouviste falar do canadiano Terry Fox.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. NUNCA tinha ouvido falar da Corrida Terry Fox. Só me lembra de um artista plástico americano, que nasceu em Seattle e morreu em Colónia. Ele trabalhou em conjunto com o nosso Joseph Beuys.

      Da minha casa ao centro da cidade é um pulinho. Já da minha casa a Düsseldorf-Benrath, onde mora a minha amiga Christa, é um pouco mais longe, mesmo assim, chegava lá no mesmo dia. Caminhar é uma das minhas atividades preferidas‼

      Löschen
    2. “Nos anos 80, Terry Fox, um jovem de 18 anos, recebeu o diagnostico de cancro nos ossos. Depois de perder uma das suas pernas com um osteossarcoma, decidiu cruzar o Canadá de costa a costa, para angariar fundos para pesquisa do tratamento de cancro. Recolheu 360 milhões de dólares no Canadá, realizando aquilo que chamou a «Maratona da Esperança». Terry Fox correu cerca de 42 Km por dia. Após 143 dias consecutivos, e de ter percorrido aproximadamente 5.300 quilômetros, acabou por morrer aos 22 anos de idade. Saiba mais: https://www.terryfox.org/ “

      Copiado daqui “Corrida Terry Fox 2019”: https://www.ligacontracancro.pt/paginas/detalhe/url/corrida-terry-fox-2019/preview/true/

      Löschen
    3. Uma história triste de um homem corajoso ‼

      Löschen
  3. Pois, mesmo sendo só um dia dá para curtir as ruas de outro modo (de carro não se curtem de modo nenhum). Antigamente, neste dia, ia trabalhar de bicicleta:). Era divertido. Mas só mesmo por ser um dia. Não me dava jeito mesmo nenhum.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Grande parte da população alemã vai para o emprego de bicicleta 🚲

      Löschen
  4. Aqui o dia é feito de simbolismo
    O pessoal desloca-se no passeio-marítimo
    Se fosse a sério, devia ser
    Num dia semanal
    Com o pessoal
    em deslocação pedonal
    ou em transporte público
    (quando disse isto, chamaram-me maluco)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Concordo com o Rogério. As mudanças não se fazem apenas com simbolismos.

      Löschen
  5. No quotidiano só uso o carro quando tenho pressa, quando estou muito cansada ou quando vou para longe!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Eu cá uso as minhas pernas e os transportes públicos‼

      Löschen
  6. Quem tiver oportunidade de percorrer uma cidade sem carros... vale, por todos os motivos, em especial pela experiência pessoal de um passeio memorável...

    Boa semana, beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Só é pena, que esse passeio memorável não se repita hoje.

      Domingo feliz, Sam, mesmo percorrendo a cidade com carros 💚

      Löschen

Kommentar posten