"Até um dia, num qualquer IQ 84, em convívio com Murakami."


CARLOS BARBOSA DE OLIVEIRA — CRÓNICAS DO ROCHEDO

Kommentare

  1. o nada a que os homens se referem é sempre alguma coisa. Por vezes, muita coisa, um excesso quase. Como bem diz o Carlos. A foto está muito bem. Parabéns.

    AntwortenLöschen
  2. Por vezes assim é, Teresa...

    Abraço

    AntwortenLöschen
  3. Junto-me ao luto

    Que descanse em paz

    AntwortenLöschen
  4. Concordo consigo. Já lá fui ler o texto que tem de Setembro. Não tive coragem de escrever lá nada.

    Paz à sua Alma.

    Hoje:- "Sofrendo de saudade". {Poetizando e Encantando}

    Bjos
    Votos de um óptimo Sábado.

    AntwortenLöschen
  5. o nada humano é sempre alguma coisa. E julgo que já comentei este post. Ou sonhei que sim.

    AntwortenLöschen
  6. O nada esconde tanta, mas tanta coisa!

    AntwortenLöschen
  7. Mais uma morte trágica que se lamenta ! :(

    AntwortenLöschen
  8. Julguei que o meu luto
    tinha ficado
    assinalado

    repito o tanto que o estimava
    trazendo-o para o meu espaço

    https://conversavinagrada.blogspot.com/search?q=Rochedo

    AntwortenLöschen
  9. Partiu e está a repousar.
    Acordei no sábado com o mail que dava a triste notícia.
    Boa semana

    AntwortenLöschen
  10. Mas afinal quem é que morreu por aqui???...

    AntwortenLöschen
  11. Soube pelo Facebook da Flor de Jasmim (Adélia) e fiquei siderada, o meu afastamento da blogosfera levou-me a desconhecer a luta do nosso amigo Carlos!

    Abraço

    AntwortenLöschen
  12. Triste demais para ser verdade, Teresa ! ... Infeliz o meu regresso à blogosfera !
    Estive a reler o seu último post e achei-o agora ainda mais extraordinário !

    É que por vezes vemos lamechices. :( Pessoas que se queixam por tudo e por nada !
    Não foi de facto o caso. Ele sentia-o bem e com que serenidade e realismo, capacidade de encaixe do infortúnio no-lo transmitiu !

    Mais um Amigo que lamentavelmente, se foi ! ... É triste .

    AntwortenLöschen
  13. Sei que não querias comentários aqui... mas quero apenas deixar-te um beijinho com amizade.

    AntwortenLöschen
  14. Estou triste demais para responder aos vossos comentários.
    Embora tenha sido uma amizade virtual intensa e conflituosa (o Carlos atacava constantemente a minha segunda pátria), foi uma amizade que durou mais de dez anos.
    Estou triste demais...

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

“Canção Doce” de Leïla Slimani

The Guilty Party