Rumo ao Farol


"É legítimo que mesmo um herói moribundo pense, antes de morrer, quantos homens dele falarão no futuro. A sua fama dura, talvez, dois mil anos. E que são dois mil anos (perguntava Mr Ramsey, olhando com fixidez a sebe)?
Que são, de facto, quando do cimo de uma montanha se descortinam os vastos desertos do tempo? A própria pedra em que se bate com uma bota sobreviverá a Shakespeare."  

No 42º encontro do Círculo Literário opiniamos sobre Rumo ao Farol de Virginia Woolfpublicado em 5 de Maio de 1927.
Dividido em três partes: "A janela", "O Tempo passa" e "O Farol", o romance foca a familia Ramsay e as suas visitas à Ilha de Skye, na Escócia, entre 1910 e 1920.
As primeiras obras de Virginia Woolf foram The Voyage Out (1915) e Noite e Dia (1919). Em Mrs. Dalloway (1925), Virginia Woolf emprega recursos narrativos inovadores para retratar a experiência individual. O mesmo ocorre com Rumo ao Farol.  
Em 1928, publica Orlando, fantasia histórica que evoca com brilho e humor a Inglaterra da era elizabetana. 
Nesse período, Woolf faz as famosas conferências para estudantes dos grandes colégios femininos de Cambridge, nas quais mostra sua verve feminista. Em 1931, publica As Ondas, uma de suas obras mais importantes. Seis anos mais tarde, lança Os Anos
A Room of One's Own (Um Quarto Que Seja Seu), onde Virginia Woolf defende a independência das mulheres, foi um dos livros que mais me influenciou, daí ter dado esse nome a um dos meus blogues, como homenagem a uma das minhas escritoras favoritas. 

  • No próximo encontro do Círculo Literário a 5 de Março de 2015 vamos falar sobre Beste Jahre (Os Melhores Anos), romance do dramaturgo e escritor alemão John von Düffel.

Kommentare

  1. ~ ~ ~ ~ ~ ~ Ótimas viagens literárias. ~ ~ ~ ~ ~ ~

    ~ ~ Dias plácidos, conciliadores e iuminados. ~ ~
    .

    ~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Viajar com a Virginia Woolf, uma das mais proeminentes figuras do modernismo, é um enorme prazer.

      O meu fim de semana vai ser plácido e iluminado com o branco da neve.

      Abraço-te com amizade, querida Majo.

      Löschen
  2. Uma viagem mágica, acredito.
    Como são todas as viagens com Virginia Woolf
    Boa semana

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O enredo de Ao Farol é secundário.
      Há poucos diálogos e quase nenhuma acção; importante são os pensamentos e observações.

      Grande parte dos membros do Círculo Literário disse que a novela era muito chata.

      Boa semana, Pedro!

      Löschen
  3. Que inculta sou em termos de leituras dos clássicos não portugueses! Virginia Woolf é um clássico e conheço tão pouco dela! Tenho de me dedicar...

    Extraordinária a fotografia!!

    Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Virginia Woolf e Simone de Beauvoir fazem parte da minha adolescência.

      Também amo os clássicos portugueses.

      A fotografia é de Jean Guichard.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

O que ando a ler?