MIRA SCHENDEL


MIRA SCHENDEL nasceu em Zurique em 1919. Viveu em Milão e em Roma antes de emigrar para o Brasil em 1949. Em 1953, estabeleceu-se em São Paulo, cidade onde viveu e trabalhou até à sua morte em 1988. 
A experiência precoce de deslocações culturais, geográficas e linguísticas é evidente no seu trabalho, bem como o seu interesse pela história da religião e pela filosofia. Além de ajudar a criar um círculo de intelectuais oriundos de áreas do conhecimento tão diversas quanto a psicanálise, a literatura e a filosofia – muitos deles, como Vilém Flusser, judeus emigrados, tal como ela – Schendel correspondeu-se com diversos intelectuais europeus, casos de Max Bense e Umberto Eco. 

No Museu de Arte Contemporânea Porto, podem ver-se a partir de hoje até 24 de Junho de 2014 as primeiras pinturas da artista produzidas entre 1955 e 1965. 
A exposição foi organizada pela Tate Modern e Pinacoteca do Estado de São Paulo em associação com a Fundação de Serralves.

Kommentare

  1. Lamento dizer que só conheço Umberto Eco!
    O que eu aprendo deambulando pela blogosfera ! :)
    Obrigada!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aprender até morrer, Rosa dos Ventos!

      Abraço e bom fim-de-semana.

      Löschen
  2. Não posso dizer que goste da sua obra, relativa à pintura !
    Muito curiosa esta questão que ela levanta :
    “Talvez a opinião dos outros possa ajudar-me a compreender melhor o que faço, pois até hoje, a arte para mim, é um grande mistério”.
    Creio que a arte, principalmente se abstracta, é sempre um enorme “desafio” quer para quem a cria, quer para quem a vê e tenta interpretar ! :)
    Serralves ? ... Seria uma hipótese de uma visita, mas, ... (???)

    Beijo ! :))
    .

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Faz-me um favor, Rui, visita esta exposição e dá-me a tua opinião.

      Sou fã da Arte Moderna, mas nunca me preocupa interpretar o que os artistas querem dizer, caso eles queiram dizer alguma coisa.

      Löschen
  3. Nunca tinha ouvido falar nesta senhora. Confesso as minha grandes lacunas no âmbito da arte moderna.

    Obrigada! Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Também eu nunca tinha ouvido falar de Mira Schendel, até que em Setembro de 2013, o Museu Tate Modern de Londres realizou a maior exposiçao retrospectiva desta artista, com cerca de 250 obras.

      Löschen
  4. Desconheci-a, em absoluto.
    Informei-me e verifiquei que a maioria das obras são visualmente agradáveis, mas muito difíceis de interpretar por leigos na matéria.
    ~ ~ ~ Tem um plácido domingo. ~ ~ ~

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Como já disse ao Rui, não me interessa interpretar o que os artistas querem dizer, caso eles queiram dizer alguma coisa.
      Importante para mim, é a minha reação perante uma pintura, uma escultura ou qualquer outra forma de arte.

      Hoje é domingo de Carnaval. HELAU!

      Löschen
  5. Não a conhecia. Arte moderna não é o meu forte. Gosto de fazer a minha própria interpretação da obra e gosto igualmente de conhecer a interpretação do autor e até dos grandes entendidos na material.

    Nem dou pelo Carnaval por aqui. E tanto que eu gostava do Carnaval!!

    AntwortenLöschen
  6. Matéria em vez de material. Quando não mudo de língua o computador insiste em corrigir-me!

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

Traje X Moda

Noite de Luar

Inspirational women