Justiça e o "véu da ignorância"

Kommentare

  1. Ainda há dias escrevi sobre o TRIBUNAL CONSTITUCIONAL, numa ocasião em que do parecer resultou 7 contra e 6 a favor :

    Faz-me muita confusão (???) … acusarmos o Governo (que não é Juiz) de “atropelos” à Constituição, quando, dentro do próprio Tribunal Constitucional há metade dos JUIZES que a interpretam de uma maneira e outros tantos a entendem de outra ! …
    Afinal quais estarão certos ? … Será que há 2 leituras opostas na Lei ?...

    Qual a "moralidade" para condenar um governo de praticar inconstitucionalidades, quando, inclusive a oposição, pode pedir o parecer decisório desse Tribunal, não se tratando portanto de medidas ditatoriais impostas por esse governo ?!
    .

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Concordo contigo em absoluto, Rui, como SEMPRE, excepto no que respeita a arte moderna!

      Löschen
  2. Não entendi a imagem e o teu título. Mas bom dia de Reis... :)

    Beijocas!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Quando vi esta imagem no blogue do Diogo, lembrei-me logo do célebre trabalho de John Rawls "Uma Teoria da Justiça".

      O véu da ignorância é a garantia de que o acordo será feito em absoluta situação de igualdade, eliminando da negociação a possibilidade dos participantes obterem qualquer tipo de vantagem em detrimento das outras partes contratantes, posto ignorarem se a adopção de uma posição diferente os ajudará ou prejudicará na sua posição no mundo real. O desconhecimento das partes dissipa as diferenças sociais e naturais, permitindo a configuração da justiça como imparcialidade (justice as fairness) e a convenção dos princípios de uma forma legítima.

      Também te desejo um Dia de Reis muito feliz, Teté!

      Löschen

Kommentar veröffentlichen

Beliebte Posts aus diesem Blog

Jo Nesbø: Ciúmes

Pinceladas selvagens