Eleições legislativas 2019


Ando como uma tola no meio da ponte, sem saber em que partido hei-de votar. 
A política portuguesa quase não me diz respeito, mesmo assim, não vendo o meu voto, nem prescindo do meu direito de votar.

Entretanto, li esta manhã, um interessante apelo aos emigrantes portugueses.

Kommentare

  1. Antworten
    1. Caí da ponte da hesitação
      e com grande trambulhão
      bati com a cabeça numa pedra
      e na queda
      brandei "eureka"

      Votei nos nacionalistas, partido cujo lema principal é "vai prá tua terra!" E eu quero ir prá minha terra!!!

      Löschen
  2. O voto deve ser exercido, mas às vezes a legitimidade de cada eleição é posta em causa por uma abstenção maior em % que todos os partidos ! O que me faz pensar que os políticos se alimentam uns aos outros em seu benefício e pouco fazem em benefício de quem trabalha honestamente !... e mais não digo !

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. NINGUÉM é perfeito!!!
      E os políticos não fogem a essa regra.
      Abstenção não é uma alternativa inteligente!!

      Löschen
  3. Não gosto de apelos directos e endossados (acerca do voto emigrante e não só). Mas estamos em campanha eleitoral. Que cada um vote em consciência e de acordo com o que pensa ser melhor para o país.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. E a bea pensa, que sabe o que é melhor para o nosso país?

      Löschen
  4. Nada é garantido e há (neste mundo) quem não lhe seja permitido votar ou quem não vote em regimes democráticos...

    Não consigo a ajudar na dúvida, deixo votos de um ótimo fim de semana, com sol e com a madeira para lenha toda cortada.

    Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A memória histórica da luta pelo direito de voto das mulheres, é que me obriga a votar, embora nenhum dos partidos portugueses me convença completamente!!!

      Imagina-me, pequena e franzina, a cortar lenha?
      A minha casa em Düsseldorf tem aquecimento central. A minha casa no Porto tem lareira, que nunca a uso, porque não estou lá nos meses de inverno.

      Löschen
  5. Antworten
    1. O LIVRE é um partido de esquerda, verdadeiramente pequeno, ecologista e europeísta.

      Johann Wolfgang von Goethe abordou essa pergunta no romance «As Afinidades Eletivas».

      Beijinho outonal 🍁

      Löschen
  6. Sem dúvida ... exercer o direito de votar, sempre!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Voto em branco e abstenção são actos antidemocráticos!!!

      Löschen
  7. Sei que as campanhas eleitorais são cansativas porque já fiz bastantes mas continuo a achar que não tem havido grande avanço na criatividade.
    Não tenho dúvidas quanto ao meu voto!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O PS obtém mais 12,2% que o PSD nas sondagens. Quem acredita na maioria absoluta para o PS, vê os resultados com o coração e não com a razão.

      Abraço outonal 🍁

      Löschen
  8. Sobre o Rui Tavares, li um dia uma crónica sua
    depois dessa vez
    mais duas ou três
    e não mais lhe voltei a dar atenção
    Não há muita gente a falar sobre ele
    mas sempre há alguma

    https://anabelamotaribeiro.pt/80458.html

    (palavra que nem conheço a Anabela
    mas gostei do nome dela
    Ana_Bela )

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Se houvesse tanta gente a falar sobre o Rui Tavares, como há a falar sobre a Greta Thunberg, eu enjoava‼‼

      Gostei de ler a entrevista da Anabela Mota Ribeiro. Obrigada‼

      Löschen

Kommentar veröffentlichen