TONI MORRISON 1931-2019


A escritora americana Toni Morrison, a primeira mulher negra a ganhar o Prémio Nobel de Literatura em 1993, morreu na segunda-feira (05/08), aos 88 anos, no Montefiore Medical Center, de Nova Iorque. A notícia só foi divulgada ontem à tarde pela editora que a representava e pela sua família.
Toni Morrison, alias Chloe Ardelia Wofford, nasceu a 18 de Fevereiro de 1931 em Lorain, no estado de Ohio. Master of Arts pela Cornell University, e professora de inglês em Princeton, tendo trabalhado também como editora na Random House, numa posição que lhe permitiu divulgar outros nomes da literatura afro-americana.
Numa entrevista ao jornal The New York Times, em 1979, Toni Morrison recordou que se sentia sozinha com os dois filhos, em Nova York, quando começou a escrever. "Escrever era uma coisa que eu fazia à noite, depois de as crianças irem dormir".

Kommentare

  1. Começou por escrever um pouco como todos nós... fora de horas. Nunca li nada dela.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Vale a pena ler o legado de obras premiadas da escritora americana, Sam, que deram voz a personagens negras e evocaram questões como racismo e escravidão!!

      Löschen
    2. O comentário expressa que ela foi uma das forças literárias mais poderosas e influentes do nosso tempo!!

      Löschen
  2. Morreu a autora, fica a sua obra

    Descanse em Paz

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A autora afro-americana publicou doze romances, três colectâneas de contos, nove volumes de ensaio, uma compilação de crónicas, cinco livros para a infância e o libreto de uma ópera.

      Beijinho dentro ou fora da gaiola, Gil António?!

      Löschen
  3. Interessante essa senhora activista e escritora. Não li qualquer romance dela, mas a sua vida deve ter sido bastante movimentada e profícua. Disse que quando começou a escrever se sentia sozinha com os dois filhos em NY. Conheço uma senhora que vive só e, porque tem dois filhos, não se sente sozinha. Mas é verdade que não escreve.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Dois filhos não preenchem a vida de uma MULHER como a Toni Morrisson: activista política pela causa negra, dos direitos humanos e do feminismo ‼‼

      Löschen
    2. Afirmar que não se sente só não é afirmar que se sente preenchida. Ainda que a senhora do meu exemplo, seja também nisso, exemplar.

      Löschen
    3. A senhora em questão é do tipo mãe 🐔 galinha‼ Os filhos são mais importantes para ela, do que viver a sua própria vida.

      Löschen
  4. Alguns dos seus livros não são fáceis de ler, mas representam a realidade de muitos.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora difíceis de ler, os seus romances dominam e demandam a nossa atenção‼

      Löschen
  5. Antworten
    1. E o Pedro sabia, que Toni Morrisson publicou em 2016, no New Yorker, um violento artigo contra a eleição de Donald Trump ⁉

      Löschen
  6. Ficará sempre a obra para que a memória não a perca!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Na obra de Toni Morrisson, os brancos são sempre os maus e os negros os bons da fita. É uma visão a preto e branco ‼‼

      Löschen
  7. Tem um trabalho interessante sobre Jazz !

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Lançado originalmente em 1992, Jazz é uma novela sem precedentes, um marco no panorama literário dos Estados Unidos.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen