Porque gostamos do mar?






Kommentare

  1. Antworten
    1. Mesmo quando está bravo, Andreia?!

      "Ó mar salgado, quanto do teu sal
      São lágrimas de Portugal!"

      Löschen
  2. E quem diz que gostamos?
    Pode-se gostar
    daquilo que mais desprezamos ?

    (E quanto mais o chorarmos
    mais o salgamos!)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Desprezamos tanto os oceanos que os sujamos, não com as nossas lágrimas, mas com o nosso lixo.

      Löschen
  3. Faz-nos sentir livres
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Jogo da BALEIA AZUL faz vitimas...

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A imensidão azul dos oceanos faz-me sentir livre:-*

      Löschen
  4. Gosto de olhar o mar e admirar a sua imensidão, mas sou tão fascinada por ele quanto me amedronto e apavoro com essa mesma imensidão. Não amo o mar!
    É algo que nem sei bem explicar. Jamais consegui nadar sem ser bem perto da praia e ao longo da mesma, nunca em direcção ao mar.
    Esse mar das tuas fotos, para mim é assustador.
    Devo padecer de algum trauma que tive numa outra vida... :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Escolhi as fotografias do Oceano Atlântico, em vez das fotografias do mar báltico, tiradas durante as minhas férias em Março. Enquanto que o mar báltico transmite imensa paz, o Oceano Atlântico é mortífero, violento, carismático.

      "Quem quer passar além do Bojador (metaforicamente falando)
      Tem que passar além da dor."

      Löschen
    2. Entendi, Teresa! Mas acontece que eu, já dobrei muito Cabo das Tormentas.
      Agora quero mais é ir além do Bojador, sem tormentas nem dor... navegando em mar de calmaria...

      Löschen
    3. Continua navegando como eu em mar de calmaria, querida JANITA ⛵ ⛵

      Löschen
  5. Gosto-lhe do cheiro e da frescura, da areia macia em que se enrola preguiçoso, de quando é espelho liso. Olho-o e penso como puderam os portugueses atravessá-lo naquelas casca de noz. Há nele um quê de abismo temido e fascinante.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Esse quê de abismo temido e fascinante expressa o que há dentro de nós. O mar é o espelho da nossa alma (não no sentido religioso, mas sim, num sentido existencial):-*

      Löschen
  6. Gosto muito do mar, embora não o “adore” porque me amedronta. A sua imensidão e escuridão intimidam-me. Gosto de quando está agitado ou calmo, quando estou longe dele, para o fotografar. Gosto do cheiro a maresia (um cheiro de que tenho tantas saudades).
    Chegámos a ter um barco. Suficientemente grande para lá dormir 6 pessoas. Quando íamos para o meio do lago, ficava sempre com receio, ficava ansiosa. Desisti. Curiosamente os meus filhos não quiseram tirar lições de vela e são excelentes nadadores.
    Ou se tem paixão por vela, ou não se tem. Não há mesmo meio termo.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Sentada na areia olho o mar com paixão, embora tenha medo da sua imensidão e escuridão. Gosto do cheiro da maresia e de ver o voar elegante das gaivotas. Fotografar o mar é uma das minhas paixões. Sou nadadora de piscina, no mar, só muito à beirinha. Nunca me atreveria a tirar lições de vela. Claro que todas estas minhas reflexões são sobre o Oceano Atlântico. No mar báltico ou no mar mediterrâneo as regras são absolutamente diferentes.

      Löschen
  7. Como a Catarina, tenho muito respeito pelo mar. E não gosto nada de me aventurar no mar.
    Bfds

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Respeito pelo mar é muito importante, quanto ao comportamento adequado durante a época balnear. Há muitos acidentes em Portugal, exactamente por falta de atenção e respeito por um oceano perigoso como o Atlântico.

      Löschen
  8. Porque o mar tem um poder muito grande sobre nós. Falo por mim ;))

    Hoje:-Sinto, que de saudades, estou morrendo...{Poetizando e Rncantando}

    Bjos
    Votos de uma óptima noite.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O mar não tem grande poder sobre mim, porque só o visito uma vez por ano. AQUI, é a floresta que me acalma e refresca 🌲

      Löschen
  9. Eu gosto de gostar do mar.
    Gosto tanto que lhe tenho medo.
    Beijo.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Compartilho a ideia paradoxa do teu comentário, TERESA 🌫🌫🌫

      Löschen

Kommentar veröffentlichen