Lübeck | A rainha da Liga Hansiática







Kommentare

  1. Antworten
    1. Pequena e mediaval, LÜBECK é uma cidade encantadora.

      Löschen
  2. tão bonito o que nos mostrou de Lubeck. Obrigada.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. As minhas fotografias não mostram a beleza de Lübeck.

      Löschen
  3. Sem dúvida uma cidade encantadora.
    Parece o cenário de um filme.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Imagino realizar um filme na bela cidade de Lübeck.

      Löschen
  4. Bom dia simpatia. Adorei as imagens...Fizeram-me lembrar um verso da musica do Pedro Abrunhosa, da qual me emociona sempre " É tão cinzenta a Alemanha..." Musica; (Quero voltar para os braços da minha Mãe) ...Parabéns.
    Hoje:- Caminhos da ilusão...

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. É tão cinzenta a Alemanha e tão linda de morrer como a tua POESIA, Larissa.
      A cidade invicta é também cinzenta e linda de morrer.
      Eu quase morro de saudade, quando ouço o Pedro Abrunhosa cantar.

      Sem ilusão que o tempo melhore, caminho pelas ruas chuvosas ☔

      Löschen
  5. Já que estou confinada a termo de identidade e residência viajo através do teu olhar e de outros! :)

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Tirei a terceira fotografia de uma das janelas da Casa de Günther Grass em Lübeck.

      Löschen
  6. ematejoca, bom dia de quarta=feira.
    Lindas imagens e passam o quanto
    um lugar guarda historias.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Uma cidadezinha que guarda histórias de uma beleza incomparável, que um dia irei contar, inspirada nas vidas de Thomas Mann, de Günther Grass e Willy Brandt.

      Löschen
  7. Num dia de sol ainda será mais encantadora.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A cidade não será mais encantadora, Catarina, mas as fotografias.

      Löschen
  8. Um cidade antiga a norte da Alemanha, muito bonita pelo que conheço de imagens, vistas na Internet !
    Gostei das tuas fotos !

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Lübeck, cidade da arquitetura mediaval, de Thomas Mann e do marzipã.

      Löschen
  9. Aquele inverno em Lubeque, rainha da Liga Hanseática e nós aqui neste cantinho à beira mar plantado cheios de sol...somos reis de quê?
    Reza a História que com os descobrimentos marítimos de Portugal e Espanha, sobretudo a descoberta da América e a descoberta do caminho marítimo para a Índia, nos séc. XV e XVI, o comércio mundial procurou outras rotas, tendo então a Hansa entrado em declínio, até desaparecer no séc. XVII.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A cidade escolhida pela UNESCO como Património da Humanidade, continua a ser a rainha da Hansa no meu coração 💓 O declínio comercial não significa o declínio cultural.

      Löschen
  10. Boa tarde Amiga ematejoca. Embora muitas vezes silenciosamente a leia mas não comento, mas aprecio-a muito. No nosso Blogue já faz parte "da mobilia" como se costuma dizer.

    Fica aqui o meu mail : filipabenfiquista1970@gmail.com
    Gostaria conversar um pouquinho consigo. Pode ser?

    Bjocas

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Ontem adorei a fantástica vitória do Benfica como também adoro o vosso blogue. Contudo o meu coração 💓 pertence ao FCPORTO.

      Tenho muito prazer de conversar um pouquinho contigo (eu trato todo o mundo por tu), só que neste momento não tenho tempo. Amanhã vou para Geldern e regresso no domingo à noite, porque tenho bilhete para a ópera.


      Beijocas já de Düsseldorf 😘

      Löschen
  11. Fotos muito bonitas mas tão sombrias
    De uma rara beleza sedutora
    Acreditando que as noites, são dias
    Imagino uma cidade encantadora
    .
    Beijinho

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Lübeck é uma cidade bela e sedutora, mas falta-lhe a luz de Lisboa.

      Beijinho ainda com o gosto de marzipã na língua.

      Löschen
  12. Queridos amigos leitores,

    agradecendo sempre as vossas visitas e comentários, convidamos-vos a ler o capítulo 10 do nosso conto escrito a várias mãos "Ecos de Mentes". Hoje pela mão do Grégor Carlos Marcondes, interpretando Anabela.

    Com votos de excelente fim-de-semana,
    saudações literárias!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Como estou quase com um pé fora de casa, só conhecerei a mente de Anabela na próxima semana.

      Até lá saudações políticas.

      Löschen

Kommentar posten