O que fazer para fugir da winter blues, a depressão de inverno?


Há várias maneiras de lutar contra a depressão sazonal — uma delas é pegar na minha art-card (o passe anual para os museus em Düsseldorf e arredores) e visitar duas exposições, neste fim-de-semana.

Kommentare

  1. Puxa! Uma depressão sazonal?! Vai e vem com as estações do ano...não me parece grande aquisição. Mas a visita a um museu também me dispõe bem. Em qualquer estação e sem depressões. Dois museus num fim de semana é que não sei, sou alentejana e vagarosa. Gosto de ficar a pensar no que vi e que, algumas vezes, inclui escrever sobre.
    Que o fim de semana a surpreenda e seja do seu agrado, Teresa. Há muito mundo à sua espera. Pode crer.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Já conquistei o mundo, bea, pelo menos, o mundo de que eu gosto 🌍 Um mundo cultural, absolutamente necessário, para superar a melancolia que se apodera de mim durante o inverno alemão.

      Ainda não é certo que veja as duas exposições; no domingo já tenho um convite menos cultural mas, não menos interessante.

      Votos de um ótimo fim-de-semana 🌷🌻🌻

      Löschen
  2. Sempre devem ser espaços quentinhos. Hoje está muuitoo frio e vento.. :)) Bom dia alegria :))

    Hoje :- Ritual, entre a natureza e o amor

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Os museus não são espaços quentinhos, Larissa, a minha casa é muito mais confortável e quente.

      Se eu fosse poetisa também cantava a natureza e o amor, dois temas que me encantam.

      Abraço de Düsseldorf, desejando-te um maravilhoso fim-de-semana 🌷

      Löschen
  3. Que bom para ti!
    Que as exposições te tragam boa disposição!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Não me queixo da minha vida; sofro apenas com a escuridão do inverno alemão.

      Abraço 🌹

      Löschen
  4. Visitar museus requer paciência e conhecimento. Exposições igual. Eu, aprecio mais o aconchego de um cinema. Em Portugal também vai fazendo um frio daqueles.
    .
    Feliz fim de semana.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora eu goste de cinema, visitar museus e as suas exposições especiais é, quase tão agradável como um orgasmo.

      Também te desejo um ótimo fim-de-semana, Vanessa Flor 🌷🌻

      Löschen
  5. Curioso entrar aqui agora e ler o título deste post, pois o que acabei de postar em meu blog é uma canção do Caetano chamada "Luz do Sol". Por aqui, no Brasil, faz calor na maior parte dos estados, mesmo assim absorver arte é, para mim, necessário, independente da temperatura. Abraços!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Claro está, que não compro uma art-card para visitar museus e exposições especiais somente durante os meses frios do inverno alemão. A ARTE faz parte do meu quotidiano.

      Ao ler o comentário que me deixaste sobre o Paul Klee, compreendi, que tu também te interessas pelas belas artes.

      Abraços de um Düsseldorf sem sol mas, repleto de surpresas culturais:-*

      Löschen
  6. Parece-me uma maneira maravilhosa, de facto :D

    r: Nem sempre o preço está relacionado com a qualidade. E há produtos muito caros que podem ser prejudiciais. É preciso é saber procurar

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Há ainda outras medidas para afastar a melancolia durante os meses escuros, frios, tristes do inverno alemão.

      O preço está sempre relacionado com a qualidade.
      Há marcas de produtos de beleza que não se podem dar ao luxo de vender produtos de baixa qualidade. O meu corpo merece produtos de beleza caríssimos.

      Löschen
  7. Bons programas para compensar o inverno. A sorte que temos em Portugal, com dias luminosos. Tem estado frio mas o sol diz Presente! E os dias já vão crescendo. :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora os dias estejam a crescer, continuam a escurecer muito cedo.

      Todas as estações têm magia é, só preciso abrir os nossos sentidos para a receber.

      Löschen
  8. Por cá,
    Também há
    várias maneiras de lutar contra a depressão sazonal
    — a mais frequente delas
    é passear
    num Centro Comercial

    por mim... não sou dado a depressões

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Francamente, eu também não sou dada a depressōes.
      Passear nos centros comerciais é morrer de tédio.

      Löschen
  9. Se for num dia de sol, prefiro o ar livre. Apanhar sol é o remédio indicado para aliviar a depressão sazonal. No verão, como há muitos dias de sol, já poderei visitar os museus embora tenha que aproveitar o dia ou antes de entrar ou depois de sair.
    Hoje fez frio, -9 , mas fazia sol e eu fui à rua!!!! E fiquei contente!!
    A próxima grande exposição que quero ver, como já disse, é O Impressionismo na Idade Industrial que chega a 16 de fevereiro.
    A AGO tem um ambiente excecional. Eu e uma amiga que me acompanha com mais frequência nestas saídas até lá vamos apenas para tomar um chá e rever o que tantas vezes já vimos. Por vezes, apenas andamos pelas galerias do primeiro andar. Com o nosso cartão podemos lá ir quantas vezes quisermos sem pagarmos mais por isso. Entradas ilimitadas. O nosso cartão (o meu e o dela) não cobre as exibições “especiais”; para essas temos que pagar mais $10.00 ... uma pechincha! : )

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Como podes calcular, Catarina, num dia de sol também eu prefiro o ar livre.
      Há dois dias que não saio de casa, não por causa do frio mas, do vento fortíssimo.

      Como gostava de ver a exposição O IMPRESSIONISMO NA IDADE INDÚSTRIAL, uma das épocas mais interessantes da história.

      No preço elevado da minha art-card estão incluídas as exibições especiais.

      Löschen
    2. Com esse art-card podes visitar umas 25 galerias? Impressionante!
      Não sei se existe nesta cidade um cartão equivalente a esse. Vou pesquisar. É que o meu cartão da AGO – Galeria de Arte do Ontario - (praticamente ao mesmo preço que o art-card – talvez uns 7 Euros menos) só me permite visitar esta galeria! Not fair!! : )

      Löschen
    3. Não te esqueças, Catarina, que o CANADÁ é um país mais rico do que a Alemanha.

      O cartão para o Bundeskunsthalle em Bonn custa 60€ e só permite visitar esse museu mas, as exposições são absolutamente fantásticas.

      Beijinho 😘 desejando-te as melhoras.

      Löschen
  10. Abaixo o merda do putugal, o PIOR merda no mundo! Até os macacos não respeitam putugal. Putugal o nova provincia Espanhola proximamente :)

    AntwortenLöschen
  11. É fácil "conquistar-se" uma depressão sazonal, quer o frio aperte ou o calor abafe. Mas é seguro que dentro dum lugar permanente de exposições há sempre duas coisas boas: o que nos é mostrado e o ambiente que se respira. É uma excelente sugestão. Parabéns.

    Beijo
    SOL

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Este ano tivemos o verão mais quente de sempre, no entanto, não houve nenhuma depressão, somente diversão.

      Visitar museus é um ótima sugestão mesmo no verão, para fugir ao calor.

      Abraço de um DÜSSELDORF ventoso, frio, chuvoso mas, repleto de realizações culturais.

      Löschen
  12. Pois é, só de ler o post uma pessoa quase que "arrebita" e se entusiasma para ir ver galerias também. Não há frio ou tristeza que resista a uma boa dose de arte, a ideia dificilmente teria sido melhor :) o inverno vai passar rápido! Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Há muitas maneiras de aguentar o inverno alemão.
      Arte está sempre presente no meu quotidiano, seja qual for a estação do ano.

      Saudações de Düsseldorf 😘 uma cidade verde e mágica.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen