Bonecos de neve derretendo lentamente...


Kommentare

  1. Será? Será que esses bonecos de neve derretem assim tão lentamente se a ematejoca estiver por perto?


    Ich hinterlasse einen geschmolzenen Kuss

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Tu és um brincalhão, Gil.

      Céus!!!
      Um beijo derretido é aborrecido 😘

      Löschen
  2. Eu acho que este Inverno ainda vamos ter neve por Lisboa, "cheira-me !!!" :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. No Sul de Itália ainda nevou mais do que em DÜSSELDORF. É provável que também Lisboa venha a ter neve. Tira fotografias, Ricardo!!!

      Löschen
  3. Cá pelo Porto bem que podia nevar para fazermos bonecos de neve :p

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. r: Não tem só pizza naquele restaurante
      Vale bem a pena a visita

      Löschen
    2. Bonecos de neve no Porto era uma sensação!!!

      Não gosto da cozinha italiana.
      Como pouco e nada me agrada, excepto filetes de pescada e bacalhau de todas as maneiras. E de sobremesa pudim francês.

      Löschen
  4. O lado negro da alva neve, é a transformação deprimente em lama sem graça nem beleza, quando derrete.
    Quando tinha à volta de sete anos, fiz o meu primeiro e último boneco de neve, lá no Alentejo.
    O quintal da nossa casa ficou coberto de um manto branco. Nunca esquecerei isso.
    Depois disso vi nevar muitas vezes, na serra da Estrela, na Covilhã, e até por aqui, mas o encanto já tinha partido e nunca mais voltou.

    Beijinhos, Teresa.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aqui a lama é limpa rapidamente.

      Bonecos de neve no Alentejo?
      Pensei que lá se morria de calor!

      Adoro a neve como uma criança, tenho somente medo de cair. Embora tenha botas especiais, como caminho muitíssimo depressa, um trambolhão pode acontecer.

      Um amigo português visitou-me na época do Natal, deu um trambolhão tal, que foi parar ao hospital. Uma amiga alemã, mesmo com botas especiais, deu um trambolhão ao sair de minha casa junto ao portão do jardim.

      Löschen
  5. Para construir o meu boneco
    Não falta tudo
    Tenho uma cenoura, que servirá de nariz
    Óculos, a dar-lhe ar de juiz
    Para servir de boca, qualquer coisa serve

    Agora, que venha a neve


    AntwortenLöschen
  6. Antworten
    1. A neve não se derreteu. Continua no chão congelada e perigosa.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen