O Amante Duplo


Um filme de François Ozon | nome relevante na nova geração do cinema francês graças aos filmes 8 Mulheres (2002) e Schwimming Pool (2003)  | com Marine Vacth, Jérémie Renier, Jacqueline Bisset, Myriam Boyer.
Erotismo, suspense e horror são os ingredientes de O Amante Duplo, história baseada no romance Os Gémeos de Joyce Carol Oates e já adaptado anteriormente em Jogo Duplo, com Isabella Rossellini no papel principal.
O que começa como um drama romântico protagonizado por um psiquiatra e a sua paciente, logo escala para o mistério de um triller erótico. 
François Ozon brinca de Alfred Hitchcock, quando manipula os espectadores deixando poucas pistas a respeito do todo, revelando só o que quer.

Kommentare

  1. Já tinha ouvido falar deste filme, mas nunca o vi. Ainda assim, tenho curiosidade :)

    r: Eu gosto de ter uma meta literária com o intuito de me desafiar a ler mais, mas não me prendo a ela, ao ponto de não desfrutar daquilo que é mais importante: a história

    Obrigada e igualmente*

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O thriller erótico de François Ozon cresce e atordoa sem parar.
      Jérémie Renier é sedutor do início ao fim, mesmo nas cenas mais violentas.
      Embora tenha gostado, "8 Mulheres" é o meu filme preferido do realizador francês.

      A minha meta até ao Natal é libertar-me de toda a tralha desnecessária que se encontra no meu apartamento: livros, DVs, CDs entre outras coisas.

      Löschen
  2. Ainda não conhecia esse filme.
    Parece-me bastante apelativo e bom
    Vou ver se descubro o filme para ver
    Obrigada pela partilha
    Beijinho

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Não é uma partilha, porque daquilo do que eu gosto, não é compatível com o gosto dos outros amigos virtuais e reais.

      Löschen
  3. Curiosamente "aguento" mais facilmente um filme violento que seja de acção (o género de filmes que o meu marido mais aprecia) do que se essa violência for acompanhada de suspense!
    O meu coração sofre muito mais! Mas espicaçaste-me a curiosidade!
    Vou ver o que encontro no Youtube sobre este filme.

    Beijinhos e até já
    (^^)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Já fui espreitar... e sem dúvida que o realizador soube prender a atenção dos espectadores com o trailer do filme, é para isso que eles servem... para nos cativar! E eu fiquei cativada!
      Ainda por cima... a Marine Vacth é linda! Linda e frágil! Que dor ter de cortar os seus belos cabelos, assim tão curtinhos!

      Beijinhos e boa noite 🌙

      (hoje já é tarde... mas volto depois para tentar recuperar os posts antigos que não consegui ver)

      Löschen
    2. Não gosto de filmes de ação, gosto sim, de filmes de suspense como os de Alfred Hitchcock. Os meus nervos sofrem. O meu coração 💓 adora.

      O sedutor Jérémi Renier é que teve a ideia que a Marine Yachth cortasse o cabelo. Gosto muito mais de a ver com o cabelo curto e ela também.

      Beijos perturbados 😘

      Löschen
  4. Uma sugestão para procurar ver.
    Não no cinema, mas noutras plataformas.

    AntwortenLöschen
  5. Olá. Confesso não ser grande fã de cinema embora veja. Sou mais pela área desportica. No entanto, já vi filmes franceses e, sinceramente, não gostei.
    Como este mete erotismo, suspense e até horror, é capaz de ser um filme que prenda a minha atenção. Pode ser que um dia destes o encontre ( e veja ) por aí num cinama perto de mim, lol

    Deixando cumprimentos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Raramente vou ao cinema, Gil, o DVD deste filme é um presente de um amigo meu. Não gosto de todos os filmes franceses. Como tu sabes, também eu sou pela área desportiva. Eu pratico desporto. E tu?

      Os encontros sexuais entre Choé e Louis, fazem com que as 50 Sombras de Grey, sejam em tons cinzentos e muitíssimo tediosas. Vais gostar!!!

      Beijo para a mulher que tu adoras __________ a musa da tua inspiração.
      O poema de hoje é de uma beleza absoluta.

      Löschen
  6. Pareceu-me bem. O suspense ajuda a criar ambiente, se for à Hitchcock. Já vi um filme do realizador François Ozon e de que gostei bastante, "Frantz". Julgo que, por esse filme, sou bem capaz de ver se encontro este. Obrigada pela sugestão.
    E Bom Dia:)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Enquanto que "Frantz" é uma obra-prima cinematográfica sobre a arte de perdoar e a arte da mentira, "O Amante duplo" é um filme louco que brinca com as possibilidades.

      Löschen
  7. Os filmes que passam no cineplex com 18 salas onde costumo ir raramente são estrangeiros. Esses passam em cinemas mais pequenos na baixa da cidade. Para além de que estou a evitar filmes que tenham cenas violentas e/ou perturbadoras.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. As cenas deste filme não são violentas, são sim, perturbadoras e surreais.

      Löschen
  8. Gosto muito de cinema mas actualmente vejo só na televisão e pouco.
    Ontem consegui ver um no canal Hollywood passado na Alemanha num campo de prisioneiros militares americanos, durante a 2ª Guerra Mundial.
    Nunca o tinha visto!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A minha alma alemã não me permite ver esse tipo de filmes.

      Abraço de amizade :-*

      Löschen
  9. Já estive a "ver" (não os filmes), quer o "Amante Duplo" (muito recente, de 2017), quer as "8 Mulheres" (de 2002) , trailer e "Storyline" e não são (um e outro) dos filmes que mais me agradam !
    Talvez o "Swimming Pool" (2003) fosse o que mais me agradasse (pelo trailer), mas mesmo assim, pela "storyline" , parece não ser muito diferente dos outros dois.

    Quer-me parecer que afinal a "culpa " deverá ser do Françoise Ozon ! :))

    Cada coisa no seu lugar e não gosto de misturar "suspence", crime, violêmcia e erotismo !
    Como disse, gosto sim, mas em "pratos separados" ! :))

    Beijinhos Te :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Swimming Pool | À Beira da Piscina (2003) foi o filme de François Ozon que me agradou menos. A culpa não é do realizador, a culpa é minha, que não gostei do final do filme.

      *Sex and crime* uma mistura de mimo :-*

      Löschen

Kommentar veröffentlichen