Jonas e Itália

Kommentare

  1. Adoro esta música.

    Obrigada pelo seu comentário ao meu poema :))


    Bjos
    Votos de uma óptimo Noite.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Bem, eu adoro ainda mais o JONAS KAUFMANN.

      Votos de um romântico fim-de-semana 🌷

      Löschen
  2. Adoro esta música, mas na versão dos Gipsy Kings :)

    r: Fico muito contente por ler isso!
    Não consigo não agradecer

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Ao ouvir a versão dos Gipsy Kings, confirmei que na música não estamos em sintonia. São feios de morrer e, se Domenico Modugno os ouvisse, morria uma segunda vez.

      Löschen
  3. A canção conheço-a desde que me lembro de ser gente...mas na voz do belo tenor alemão, tem outro sabor.
    As imagens são lindíssimas. Que belo postal e canção e belão para ouvir a um Domingo sensaborão...Ufa!! Ia ficando sem fôlego!...E o assobio final?
    Obrigada por estes minutos de encantamento, Teresa.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Sabias que Jonas Kaufmann nasceu na cidade onde tu tão foste feliz, Janita? Em Munique no dia 10 de Julho de 1969.

      A sua gravação em 2008, Romantic Arias, é um dos mais bem-sucedidos CDs clássicos do ano. Em 2009 lançou o seu segundo álbum "Sehnsucht", com repertório em alemão.

      Löschen
  4. Minha querida Teresinhamiga

    Volare – vamos por partes.
    a) Foi o italiano Domenico Modugno que a interpretou no Festival Europeu da Canção de 1958 na Holanda tendo alcançado o terceiro lugar mas ganhando asas e conquistando o Mundo. O vencedor foi um gajo qualquer penso que holandês mas ninguém mais se lembrou do gajo. O Nel blu dipinto di blu (Volare) foi tão importante mundialmente que foi a primeira canção não americana a ganhar um Grammy o 1958 onde se manteve durante cinco semanas!
    b) Não recorri à Wikipédia nem a outra qualquer fonte para fazer este comentário por uma simples razão: também eu cantei o Volare… Explico. Era o vocalista do Conjunto Académico do Lyceu (como consta do frontispício do edifício) Camões e demos algumas récitas que abriam sempre com o… Volare.
    c) O Jonas Kaufmann é um portento e tenho muito da sua discografia. Esta interpretação da Volare é magnífica e a orquestra, como dizia um grande amigo infelizmente já falecido, o Wolkmar Schaeffer, é fabulástica!!!
    Vielen Dank für dieses Wunder, dass Sie mir anbieten
    kleine Käse
    Henrique, o Leãozão

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Meu querido leãozinho, o teu comentário é tão fabulástico como a voz maravilhosa do Jonas Kaufmann 😘

      Löschen

Kommentar posten