E os pobrezinhos que hoje vivem no Porto •••

••• aceitam uma fatia de pão?

Kommentare

  1. No Porto e em todo o lado. Há quem aceite, há quem faça questão de dispensar...

    r: Muito obrigada *-*
    O meu também vai ser

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Encontrei o cartaz da fotografia numa rua do Porto, o ano passado em Outubro.

      Löschen
  2. Teresa, respondi à pergunta que me fazes lá no meu blog, por mail.

    Quanto aos pobrezinhos que mendigam uma fatia de pão, creio que já não existem, nem no Porto nem em parte alguma do país.
    O estado de pobreza atingiu outros níveis.

    Abraço, Amiga.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Concordo absolutamente contigo, JANITA, o estado de pobreza atingiu outros níveis.

      Beijocas grandes da amiga de sempre 😘

      Löschen
  3. Muito bom este post.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Bem-vindo a Düsseldorf, Arthur Claro!

      Os pobrezinhos no Brasil aceitam fatias de pão?

      Löschen
  4. mesmo que metafóricamente falando, dou razão ao escrevente, os pobres precisam mais que o santo. Janita tem razão, a pobreza de hoje é outra coisa.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Claro que o escrevente falava metafóricamente, porque nos nossos dias a pobreza é outra coisa. Os santos não precisam da nossa ajuda e a igreja também não.

      Löschen
  5. Minha querida Teresinhamiga

    Só que aos pobres de espírito é que não há um pão inteiro que valha...

    INFORMAÇÃO
    Acaba de ser publicado na Nossa Travessa o episódio N.º 11 da saga É DIFÍCIL VIVER COM UM IRMÃO MONGOLÓIDE que desta feita em por título Um maldito cancro no pâncreas

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Os pobres de espírito não precisam de pão, precisam sim, de óleo de cannabis.

      Henriquamigo não podes escrever coisa mais leve? "Um maldito cancro no pâncreas" não é leitura própria para as minhas férias de verão.

      Löschen
  6. Antworten
    1. Não me agradeças quando escrevo algo favorável.
      Não te zanges quando escrevo algo impertinente.

      Löschen
  7. Se não aceitam uma fatia de pão (comida) de mim não levam mais nada.
    Não dou dinheiro.
    A vida ensinou-me isso.
    Bjs, boa semana

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aqui, ninguém se atrevia a oferecer comida.
      Há lugares onde as pessoas mais necessitadas recebem refeições e alojamento grátis.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen