Prazeres de Verão #2


Andar de mota é um momento de prazer e de adrenalina
— não só para o condutor.

Kommentare

  1. Não gosto de motas :(
    Beijinho lusitano.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Quando se é jovem ama-se tudo que é perigoso.
      Naquela altura não usava capacete, quer de mota, quer de lambreta.
      Agora, uso capacete e sinto um pouco de medo.
      Beijo 😘 de uma portuguesa a arder.

      Löschen
  2. ahahah... Não te sabia fã das motos !!! :)))

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A minha primeira experiência em andar de mota foi com o filho da minha professora de português. Ele tinha um fraquinho por mim. Eu só pela mota.

      Em Londres, o meu namorado tinha uma Lambretta, embora não fosse italiano.

      Löschen
  3. Nunca andei de mota, mas, confesso, também é algo que não me inspira assim tanta confiança :p

    r: Fico muito contente por ler isso, obrigada!
    Esse nó, muitas vezes, fica bem preso e é difícil de desenlaçar
    Agradeço *-*

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Não te inspira andar de mota com uma "brasa" como o tipo da fotografia?
      Quando era menina e moça andava de mota com o filho da minha professora de português. Ele era feio de morrer, mas eu adorava andar de mota, por isso, aturava a sua conversa supérflua.

      Não quero que me agradeças, Andreia!!!
      Agrada-me tudo que encontro nas tuas gavetas, ou, mais precisamente, tudo menos a música. Não te zangues, eu sou pouco amante de música, a não ser da clássica.

      Löschen
  4. Desde os 17 anos, quando um amigo meu morreu num acidente de moto, nunca mais andei de moto.
    E acho que nunca mais andarei.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Um dos meus cunhados perdeu um olho com a sua Harley-Davidson.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen