37,2°C de manhã



A onda de calor que atingiu nos últimos dias diversas regiões da Alemanha fez com que alguns pedaços da Autobahn, o sistema de autoestradas alemão, rachassem.
A Alemanha registou temperaturas acima dos 30°C ao longo da semana. A temperatura média de maio foi a mais alta para o mês desde 1889.
As temperaturas médias do verão na Alemanha raramente chegam a 20°C e, por isso, eu pulo de alegria quando os termómetros finalmente alcançam os 25° ou 28°C. Quando as temperaturas atingem os 38°C, então, está calor demais. 
O meu jardim parece mais o Deserto de Gobi do que oásis de verão.
O relatório policial lê-se diariamente mais bizarro.  Idosos andam por aí com o machado. Exibicionistas deixam no cemitério cair as calças. Os gansos canadianos comem a última erva na Praça Cornelius.
 Onda de calor vai agravar-se este fim-de-semana.

Kommentare

  1. Ouvi que também na Suécia, a causa dos grandes incêndios foi essa. Há mais de 100 anos que não se registavam temperaturas tão elevadas.
    Creio que também os incêndios na Grécia, tiveram essa onda de calor como causa !

    Por aqui prevê-se, finalmente, calor a partir da próxima semana, que até agora não tem ultrapassado os 25 (no Porto) .

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Há pessoas que não aguentam mesmo o calor.
      As câmaras de radar da cidade de Kiel captaram um ciclista, que não contente de estar excedendo o limite de velocidade, não trajava absolutamente nada além dos sapatos.

      Beijo 😘 da Te

      Löschen
  2. Estas ondas de calor são terríveis :/

    r: Muito obrigada! Foi tirada no Parque da Lavandeira, em Gaia
    É deixar as palavras fluir

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Após a onda de frio no inverno alemão deste ano, até me senti bem com a onda de calor. Ou, mais precisamente, os meus ossos agradecem.

      Conheço bem o Parque da Lavandeira, em Gaia, daí ter a impressão de conhecer o local da fotografia.

      Continua a deixar as palavras fluir, que os teus leitores | as tuas leitoras gostam.

      Löschen
  3. Deixam-me preocupada estas viragens climáticas tão drásticas. É a queixa da Natureza, a sua forma de reagir ao mal que lhe fazemos; suponho que sejam avisos, sirenes de alerta que quase ninguém ouve e, se acaso ouve, sabe-se impotente para mudar as aberrações que existem.
    As temperaturas mais baixas em Portugal fizeram crescer flores e arbustos como nunca se viu e possibilitaram algum descanso aos homens (não apenas às populações desvalidas e bombeiros); acontece o inverso na Alemanha. E no meio disto tudo, há mortes inocentes de dramatismo e horror inomináveis.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Segundo a porta voz da Organização Mundial de Meteorologia, a tendência é continuarmos a ter ondas de calor e de frio extremas, como consequência das mudanças climáticas.

      Continuação de um maravilhoso domingo, bea, esquecendo as drásticas viragens climáticas.

      Löschen
  4. Desculpe a intrusão, assim sem ser convidada, mas vi o seu comentário (que me agradou) na "Travessa" e resolvi vir espreitar...
    De facto o clima está mudado, para pior - os corpos, não adaptados, ressentem-se - e por muito que me queiram convencer do contrário, uma grande parte da culpa cabe ao Homem. É certo que o clima não se manteve inalterável ao longo dos séculos, e muito menos de milénios, mas parece-me uma mudança demasiado radical em muito pouco tempo.
    Estou desejosa que o Verão chegue a Portugal! :))) Adoro calor, praia, mar... e tudo que o tempo bom permite...
    Dias felizes lhe desejo.

    Bom final de Domingo e boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS


    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen