Carmen Herrera: LINES OF SIGHT


O museu de arte contemporânea: Kunstsammlung Nordrhein Westfalen tem patente uma retrospectiva da pintora cubano--mericana Carmen Herrera, sendo os 70 trabalhos expostos do estilo abstracionista e minimalista.
Carmen Herrera começou a pintar nos anos 30 em Nova Iorque e em Paris e continuou até aos dias de hoje. Ela completou 102 anos de idade no passado mês de Maio.
O que representa Carmen Herrera na história da arte contemporânea?
O que é que esperamos que seja contemporâneo ou representativo da nossa contemporaneidade?
Embora eu não seja perita ou historiadora de arte, adorei mergulhar no mundo artístico da cubano--americana, observando as suas composições geométricas que traduzem o seu amor pela arquitetura, estudo que completou em Havana.

Kommentare

  1. Antworten
    1. Carmen Herrera sobriveu uma carreira na obscuridade.
      A retrospectiva da sua obra é um reconhecimento tardio da maestria desta artista, enquanto produtora de composições geométricas em cores planas vivas.

      Löschen
  2. Não sei apreciar este tipo de arte.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aprecio uma nova arte, um novo momento, uma nova era, um novo movimento.

      Löschen
  3. Uma grande artista ...
    https://www.youtube.com/watch?v=BG0hHbdcOwk

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. É aceitável enquadrar a obra desta artista com a obra de outros mestres da arte americana como Ellsworth Kelly, Frank Stella, Jackson Pollock.

      Agora vou ver o vídeo, que desde já agradeço 😘

      Löschen

Kommentar veröffentlichen