Encontro à Beira-Mar ♥ ♥ ♥


O litoral português é rico em cantos e recantos absolutamente fabulosos e de uma variedade rara. 
São Pedro de Moel, ideal para longos passeios a pé, que mistura mar, pinhal e praia, foi a localidade escolhida para o 4º encontro o meu blogobairro.  E desta vez, a organizadora é a Graça Sampaio, do blogue picos de roseira brava.
Então, que venham outros encontros.

O Segredo do Mar

A "Flor do Mar" avançando
Navegava, navegava,
Lá para onde se via
O vulto que ela buscava.

Era tão grande, tão grande
Que a vista toda tapava.

E Bartolomeu erguido
Aos marinheiros bradava 
Que ninguém tivesse medo 
Do gigante que ali estava.

E mais perto agora estāo
Do que procurando vão!

Bartolomeu que viu?
Que descobriu o valente?
_ Que o gigante era um penedo
que tinha forma de gente?

Que era dantes o mar? Um quarto escuro
Onde os meninos tinham medo de ir.
Agora o mar é livre e é seguro
E foi um português que o foi abrir.

Afonso Lopes Vieira

Kommentare

  1. Lembro-me dos versinhos de Afonso Lopes Vieira nos livros de leitura. Eram mesmo adaptados à idade. Sabia escreer para crianças o senhor. Mas depois do 25 de Abril parece que era pecado falar deste poeta de que muito ouvi escarnecer. E eu que só sabia os versinhos dele...

    Bons encontros no dia 23.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aprendi a gostar da POESIA do POETA de São Pedro de Moel com a minha mãe. Não sabia que depois do 25 de Abril era pecado falar deste POETA. Eu continuei a ouvir a minha mãe cantar os seus versos.

      Este ano não visito Portugal, portanto, não vou estar presente no encontro, o que muito lamento.

      Löschen
    2. Depois de Abril
      quem proscreveu
      o quer que seja
      que o poeta escreveu?

      Quem?

      Löschen
    3. Gostaria de saber, quem tem a ousadia em criticar um poeta tão português como o Afonso Lopes Vieira?

      Löschen
  2. Muito bonito, ematejoca! Obrigada pela divulgação. Só tenho pena que não possas estar presente. Numa próxima talvez.

    Beijinhos

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora não tenha tido o prazer de participar no vosso encontro, também te quero dar os parabéns, Graça, por teres escolhido um local tão maravilhoso para o almoço.

      Braga fica a um pulo do Porto, portanto...

      Löschen
  3. Lembro-me bem desses belos versos, Teresa. Só agora, deambulando pela blogosfera, especialmente pelo nosso Blogobairro, me apercebi deste teu lindo post.
    Bartolomeu Dias, o grande e destemido navegador português, ao dobrar o Cabo da Boa Esperança, desmistificou o medonho gigante, que afinal não passava de um penedo.
    Há mitos assim, ainda hoje.

    Felizmente, os nossos amigos terão oportunidade de ver o Mar. Parece que o mau tempo amainou.

    Beijinhos, Teresa! Ainda nos encontraremos, tenho Esperança!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O Adamastor também é citado por Luis Vaz de Camões em Os Lusíadas. Uma fantástica metáfora ao medo de navegar em mares desconhecidos.

      Braga fica a um salto do Porto, Janita, ou então, nos encontraremos na cidade invicta.

      Löschen
  4. Antworten
    1. Coloca na tua agenda: 30 de Abril de 2017, em Braga.

      Löschen
  5. Antworten
    1. Um pulo de Macau a Braga no dia 30 de Abril de 2017.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen