O Lado Escuro da Lua


A família de Ruben Cavaco, o rapaz de 15 anos espancado pelos filhos do embaixador iraquiano em Ponte de Sor, vai pedir uma indemnização ao diplomata quando souber a extensão dos danos provocados à vítima.
Ganância ou ignorância? 

O thriller alemão O Lado Escuro da Lua mostra o lado sombrio do ser humano, — a violência e a imoralidade caminham de mãos dadas como no caso do jovem português brutalmente agredido por dois deliquentes iraquinos em 
Ponte de Sor.

Kommentare

  1. Teresinhamiga

    Li mesmo agora que os intervenientes estão a tentar chegar a um acordo...
    Se isso se concretizar onde irá parar essa tal indemnização?

    O que para mim continua a ser certo e seguro é que o dinheiro é o dono do Mundo. Um braço partido vale $; o maxilar vale $$; duas pernas partidas valem $$$$&$$...

    Os valores $$ podem ser remíveis em 1.500 litros de petróleo...

    kleine Käse

    __________

    Continuo às escuras sobre o que resultará da consulta ao neurologista a 15 deste mês;
    O meu irmão, de acordo com sumidades médicas portuguesas, está condenado...
    O meu filho economista continua às apalpadelas para encontrar um trabalho/emprego. Não é preciso dizer mais nada, porra!



    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Um acordo financeiro entre a mãe de Rúben e o embaixador iraquiano só mostra a degradação social e moral a que chegou o nosso País.

      Sossega, Henrique! Não desesperes!

      Löschen
  2. Totalmente de acordo, Teresa.
    Haverá dinheiro que pague os estragos feitos a Rúben?
    Os pais viram no diplomata uma fonte para explorar e que se lixe o filho. Não será bem assim mas anda perto.
    Será que pesa, nas consciências desses pais, o facto do filho ser uma referência negativa na zona? É sabido que pertence a uma seita e que semeia o terror por lá mas, ainda assim, o dinheiro está primeiro que o filho?

    Beijinho, bom fim de semana.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Justiça e depois indemnização é o normal. A rapidez com que a mãe e o padrasto pedem a indemnização é quanto a mim chocante — mostra que são pessoas com baixos valores morais. A mãe e o padrasto do Rúben são uma referência muito mais negativa na zona do que o próprio filho.

      Agora o governo do Iraque pensa que não vale a pena levantar a imunidade, porque o pai dos dois insurretos problemáticos paga à família de Rúben pelo crime dos filhos. Dinheiro e não justiça é a moral de uma história que cheira mesmo muito mal.

      Beijinho, António, bom fim de semana.

      Löschen
    2. Como se vê, continua a ser o dinheiro que comanda a vida.
      Triste, muito triste.

      Löschen
  3. Esta é uma história muito mal contada...aqui não há inocentes.
    É tudo chocante todos os intervenientes são arrepiantes.
    Bjs

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Claro que não há inocentes nesta história, no entanto, foi o jovem português que ficou gravemente ferido.

      Desejo que a família do Rúben não abdique do processo penal e que os gémeos problemáticos e presunçosos sejam castigados.

      Löschen
  4. Concordo com a Papoila... E esta ganância tem o seu "je ne sais quoi" de indecorosa!

    Beijocas

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. E esqueci-me de dizer que esta tradução me faz lembrar de música rock... :)

      Löschen
    2. Evito escrever sobre acontecimentos passados em Portugal, uma vez que me encontro a 2500 km de distância. Este caso despertou a minha atenção ao ler um texto no blogue do nosso amigo Pedro Coimbra.

      Tanto o Rúben como os filhos do embaixador são rapazes problemáticos, mas quem ficou gravemente ferido foi o português. Caso fossem os gémeos iraquianos a ficar naquele estado lastimoso, não havia perdão para o agressor.

      Löschen
    3. Pink Floyd explora o lado escuro da Lua | A obra-prima da banda inglesa ficou nada menos do que 13 anos nas paradas americanas.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen