Tréveris, 5 de Maio de 1818


O marxismo, cujo princípio fundamental é o materialismo dialéctico, procura explicar toda a realidade mediante um processo de transformação da matéria, em que esta, sujeita a uma evolução ascendente, atinge níveis sucessivos de complexidade a nível quantitativo, de que resultam, por transformação brusca, mudanças qualitativas inteiramente novas.
Aplicado ao processo histórico, o marxismo recebe a designação de materialismo histórico e vai explicar as transformações fundamentais da sociedade a partir do factor económico, tendo como impulso ou motor fundamental a luta de classes.
Os seus criadores são Karl Marx e Friedrich Engels.

Kommentare

  1. Antworten
    1. Quando escrevi o meu trabalho sobre o materialismo dialéctico não pretendi encantar o meu professor, pretendi sim, uma boa nota.

      Löschen
  2. Os resultados da aplicação prática vão para além do desastroso.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O marxismo não é desastroso, Pedro, os homens é que são desastrosos.

      Löschen
  3. Ajudou a criar uma ideologia. O que os homens fizeram dela talvez não estivesse nos seus intentos. A realidade escapa sempre ao pensamento. E a dialéctica marxista, se se impõe, nega-se a si mesma.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O método dialético como o hegeliano ou o marxista consiste em oposições e em choques entre situações diversas ou opostas. A busca de elementos conflitantes entre dois ou mais factos para explicar uma nova situação decorrente desse conflito é fascinante.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen