Convivência Democrática


Voltaire exprime na maioria dos seus textos a preocupação da defesa da liberdade.
«Posso não concordar com nenhuma palavra do 
que você disse, mas defenderei até a morte 
o seu direito de dizê-lo». 
A frase não foi escrita por Voltaire — foi escrita sim, por Evelyn Beatrice Hall como tentativa de descrever o espírito de Voltaire. 
Eu posso não concordar com uma só palavra de Jan Böhmermann, mas sou capaz de me bater, se não até à morte — sou demasiado cobarde — pelo menos até ter um olho negro, pelo direito de Jan Böhmermann dizer na TV todos os poemas que muito bem entender.
Espero que a posição de Angela Merkel seja idêntica. 
Que não concorde com nenhum poema que Jan Böhmermann escreveu, mas que seja capaz de se bater, ou de se debater com as ideias revanchistas de Recep Tayyip Erdoğan, pelo o direito de Jan Böhmermann escrever o poema que escreveu.

Kommentare

  1. Concordo contigo: concorde ou discorde das palavras do humorista, certo é que a liberdade de expressão permite dizê-las.

    Cá para mim esse Erdogan não regula lá muito bem, segundo creio pretende processar o humorista e, pasme-se,um fulano qualquer (um ministro, ou deputado ou homem da rua vem a dar no mesmo) que riu da piada. E mal estaríamos nós se não nos pudéssemos rir,mesmo de uma piada sem graça... :P

    Beijocas

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O pior é, que agora até o "atrasado mental" Kim Jong-un apresentou uma queixa contra Jan Böhmermann por injúria. A legislação determina que o governo alemão precisa de autorizar a investigação.

      O crime de ofensa a chefes de Estado estrangeiros — com base no parágrafo 103 do Código Penal alemão, que prevê o crime de injúria a "órgão ou representante de Estado estrangeiro" tem de ser banido imediatamente. Que cretinice esperar até 2018 como decretou a chanceler federal alemã, Angela Merkel.

      Bom fim de semana, querida Teté.

      Löschen
  2. São questões bem diferentes e que não devem ser misturadas - o gosto pessoal e a liberdade de expressão.
    Bfds

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Confesso que o poema não era o meu gosto pessoal, contudo, continuo a lutar com unhas e dentes pela liberdade de expressão na Alemanha ou, mais precisamente, em todo o mundo.

      Löschen
  3. Não sei como tem evoluído a situação, aqui em Portugal caiu no esquecimento dos OCS, mais entusiasmados com a Venezuela, mas espero que esse democrata musculado otomano não imponha as suas vontades à Alemanha

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. A crescente polarização das políticas internas na Turquia gera grande preocupação na Alemanha.

      A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, debaterá a questão durante um encontro com Erdoğan, na próxima semana. Receamos que ele imponha as suas vontades à chanceler.

      Löschen
  4. Sobre este tema já disse. E por muito que todos pensem que Angela Merkel vai defender a liberdade de opinião - e vai - o que pensam mais que isso é, "vamos ver quem tem mais força e se sobrepõe". Ideia que acho um tanto triste, mas também me passa pela cabeça.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Aqui, ninguém acredita que a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, defenda a liberdade de opinião no encontro com Erdoğan, na próxima semana.
      O sultão turco, INFELIZMENTE, tem mais força.

      Löschen
  5. Que bom seria um mundo assim, Teresa ! … Mesmo não concordando, aceitar-se a opinião contrária à nossa !
    Até na blogosfera o tema tem que se lhe diga, nomeadamente quando se expressam opiniões políticas ! :(( … Por vezes é preferível não dar opinião do que “sofrer” por isso ! :(
    Neste caso, Böhmermann / Erdogan, a questão é bem mais complicada !
    Por muito que não gostemos do turco, também nada nos dá o direito ao insulto ! Por outro lado, há o direito da “liberdade de expressão” ! … É um “pau de dois bicos” !
    Por aqui (embora de outra natureza) também não faltaram insultos ou “nomes injuriosos” ao ex-Presidente, ou ao ex-Primeiro Ministro, com o que não concordo, embora compreendendo alguns motivos !
    A Democracia não nos dá esse direito ! :( … Discordar sim, plenamente de acordo, mas insultar, não !
    Esperemos e que a Srª Merkel consiga “dominar” o “pau de dois bicos” sem se rebaixar demasiado a Erdogan ! (?)

    Beijinhos, Teresa ! :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Mesmo não concordando com alguns dos poemas de Victor Hugo — aceito-os.

      A Democracia não nos dá o direito de insultar, Rui, só que Jan Böhmermann não insultou directamente o Erdoğan. Böhmermann leu um poema, esclarecendo imediatamente que um poema deste tipo ultrapassa o direito da “liberdade de expressão”.

      Actualmente a Srª Merkel não consegue dominar coisa nenhuma. É altura de se retirar da política e ir para casa coser as meias do Sr. Sauer.

      Löschen
  6. O turco tem uma noção de Poder bem autoritária e a UE, diga-se Merkel , não deveria ter feito o acordo que fez por causa dos refugiados.

    Nem deveria a chanceler ter incomodado o humorista, pois Erdogan nem estava sequer na Alemanha e se ceder à chantagem dele, abrirá um péssimo precedente

    Amiga, bom fim de semana :)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Não devemos apoiar o curso autoritário de Recep Tayyip Erdoğan.

      Os jornalistas e críticos de Erdoğan desaparecem nas prisões, e a UE não pode ser cúmplice ao negligenciar as violações de direitos fundamentais.

      Embora precise politicamente da Turquia, a UE deve ter muito mais cuidado ao cooperar com Ancara na política migratória.

      Beijinho amiga da Teresa.

      Löschen
  7. Este é mais um caso resultante da liberdade de expressão que, infelizmente, tem várias interpretações. A tua liberdade acaba onde a minha começa. A liberdade de expressão não se define por liberdade de insultar seja quem for.
    Terei que pesquisar sobre o que se passou para me informar exatamente do que se trata o comentário/poema(?)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Não foi insultar por insultar — trata-se de sátira como forma de intervenção política com o objectivo de provocar uma mudança na atitude do presidente turco que reprime minorias e maltrata curdos e cristãos.

      Löschen
  8. Googlei : O humorista alemão chamou-o – publicamente!!! – de pedófilo! Sátira ou não, é de muito mau gosto. A dar azo ao mau gosto, à falta de senso comum, teremos uma sociedade caótica; toda a gente pode chamar nomes a toda a gente, sem repercussões de maior. Imagine-se numa escola, um aluno exercer a sua liberdade de expressão e escrever ou proferir em volta alta e em bom som para quem o quiser ouvir (uso o género masculino para facilitar a escrita : )) um insulto tendo como alvo um professor ou mesmo um colega.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. As discussões sobre Jan Böhmermann e as críticas em relação ao poema sobre Erdoğan devem acontecer nas páginas de cultura dos jornais do país e não num tribunal. Não pode haver arte num clima em que os artistas têm que se preocupar se a sua criação levará a uma denúncia criminal, em que eles começam a se autocensurar.

      Löschen
  9. Completamente de acordo quanto à liberdade de se poder dizer - embora não conheça Jan Böhmermann, a seguir vou "googlá-lo") mas sou ainda mais cobarde, acho que fugia antes do olhos negro :)
    um beijinho
    Gábi

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Isso tudo não tem nada que ver com coragem, Gaby. Se eu vivesse na Turquia iria parar na cadeia por defender a sátira de Jan Böhmermann — mas não preciso de me preocupar, pois vivo na Alemanha protegida.

      Neo Magazin Royal, uma espécie de late-night-show satírico com Jan Böhmermann — um dos poucos programas da TV que não perco.

      Beijinho da Teresa

      Löschen

Kommentar veröffentlichen