Este é o Meu Lugar


Cheyenne, americano judeu na casa dos 50, é uma ex-estrela do rock com uma vida enfadonha em Dublin, Irlanda. 
Até saber que o pai, de quem não tem notícias há mais de 30 anos, está à beira da morte. 
Cheyenne apressa-se a regressar a Nova Iorque, mas chega demasiado tarde. É então que, através de diários antigos, descobre a grande obsessão paterna: a incessante busca de Aloise Müller, o seu carcereiro em Auschwitz durante os anos de extermínio e perseguição aos judeus, que se terá refugiado nos EUA depois da guerra.
Numa tentativa de se conciliar com o passado, Cheyenne decide prosseguir as buscas do progenitor e terminar o seu plano inacabado. Parte assim numa longa viagem pelo interior dos EUA, durante a qual encontrará novamente as forças para recomeçar a viver e conseguirá, por fim, reconciliar-se consigo mesmo.
Um filme dramático realizado pelo italiano Paolo Sorrentino ("As Consequências do Amor", "Il Divo"), com Sean Penn, Frances McDormand e Judd Hirsch nos principais papéis. 
"Este é o Meu Lugar", título inspirado no tema "This must be the placedos nova-iorquinos Talking Heads, foi um dos filmes concorrentes à Palma de Ouro em Cannes, vencendo o Prémio do Júri Ecuménico. 
Um belíssimo filme sobre a redenção, quer de Cheyenne, quer do criminoso nazi.
Um desempenho excepcional de Sean Penn.

Kommentare

  1. Um belíssimo filme, muito nomeado, com variadíssimos prémios, com um dos meus actores favoritos (Sean Penn, sempre fantástico !) e no entanto, o IMDB sempre "unhas de fome" apenas lhe atribui 6,7 em 10 ! :((
    O argumento, muito interessante !

    Beijo, Teresa !

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Um filme cinco estrelas.
      Embora seja um crime ir ao cinema de tarde e não aproveitar o sol português — em Düsseldorf está a chover — mas eu não queria perder este filme e a sessão das 21h30 era tarde demais.

      Traumatizada com o teu desafio, Rui, vou agora passar a tarde a uma praia cá do Norte, que são muito mais belas do que as do Algarve.

      Löschen
  2. Ando com saudades de ver um filme neste género! Forte...que mexa com as emoções!
    Do Sean Penn, não sou grande fã. Este filme poderia ser o 'tal' !!

    Beijinhos, Ematejoca.

    AntwortenLöschen
  3. Jocamiga

    Não, mas pelo que dizes, acolitada pelo Ruiamigo vou tentar ver, embora não seja grande fã de filmes... exceptuados O Leão da Estrela,; A Canção de Lisboa, O Pai Tirano enfim e O Pátio das Cantigas. Ah e África Minha, o Citizen Kaine, A Revolta na Bounty, Gata em Telhado de Zinco Quente, O Pecado Mora ao Lado, Os Homens Preferem as Loiras, O comboio apitou três vezes, O monte dos Vendavais, Laurel & Hardy, Charlot que me agradaram muito......

    Agora podem bater-me pois tenho costas largas...

    kleine küssen von Pernoca Marota

    PS (sou mas aqui é Post Scriptum) Na TRAVESSA há um conto por mim assinado que aborda a seca em Cabo Verde. Penso que não está mal de todo...

    Eliminiert der früheren Post, weil er Scheiße war ...

    AntwortenLöschen
  4. Fica em lista de espera para ser visto.
    Até porque Sean Penn é sempre garantia de qualidade.

    AntwortenLöschen
  5. Gosto de Sorrentino e de Sean Peen. Logo...

    AntwortenLöschen
  6. Gostava de ver, mas os cinemas ao pé de mim fecharam (estou tão aborrecida, se bem que ultimamente só levassem filmes que não ia ver nem que me pagassem) e a agora sinto-me descinemizada - ou seja, não sei a que cinemas ir e aos que já ia de vez em quando este filme não constano cartaz! :P

    Beijocas

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen