12 Horas — Gone


Hoje à noite vi no Segundo Canal da TV Alemã o primeiro filme do realizador brasileiro Heitor Dhalia rodado em Hollywood em 2012.
Gone — 12 Horas está muito longe de estar entre os “bons” do género, mas também não está na lista dos piores, para quem gosta do estilo, é uma hora e meia de suspense.
Jill Parrish (Amanda Seyfried) volta para casa depois de ter trabalhado até mais tarde e encontra vazia a cama da sua irmã mais nova. Ela pensa que é o mesmo assassino em série que a sequestrou e de quem escapou dois anos antes. 
Sem o apoio da polícia, Jill inicia uma investigação por conta própria em busca do sequestrador para encontrar e salvar a vida da irmã.

Kommentare

  1. Quando li Gone, pensei que tinha vindo para o Porto! Vem cá este mês, não é verdade?

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Como o realizador é brasileiro resolvi ver este filme, que não é melhor, nem pior do que muitos outros filmes de suspense de realizadores americanos.

      Lamento que por razões familiares tenha que permanecer em Düsseldorf, embora tenha saudades da nossa cidade.

      Löschen
  2. ~
    ~ Também pensei que seria uma visita a Portugal...
    ~ Seria pela força assertiva?!

    ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Quando vou de viagem, costumo escrever:

      Volto já!

      Beijinhos ainda da cidade às margens do Reno.

      Löschen
  3. Antworten
    1. O filme é rápido e dinâmico.
      Até ao fim do filme ninguém sabe se realmente houve sequestro ou se é a imaginação ou a loucura da Jill a trabalhar.
      Aliás, a actuação da Amanda Seyfreid é sensacional.

      Löschen

Kommentar veröffentlichen