SERVUS, CONCHITA!


Com longos cabelos castanhos, vestido luxuoso e barba de três dias, Conchita Wurst polariza o público burguês.

Thomas TomNeuwirth criou a diva barbuda como uma demonstração de liberdade — „Criei esta lady barbada para mostrar ao mundo que cada indivíduo pode fazer o que quiser. Enquanto não magoar ninguém, cada um de nós pode fazer o que quiser da sua vida. Afinal de contas, só temos uma“.

A EURO DRAG QUEEN ganha em Copenhaga o 59º Festival Eurovisão da Canção com a balada Rise Like a Phoenix, uma canção digna de abertura de um filme de 007.

Esta noite é dedicada a todos os que acreditem num futuro de paz e liberdade. Somos unidade e somos imparáveis, disse o cantor ao receber o troféu. 

Esta foi a segunda vitória da Áustria no popular concurso europeu de canções, que existe desde 1956. A primeira vitória austríaca foi em 1966, com Merci, Chérie de Udo Jürgens.

EUROPA bem-vinda à Áustria 2015!

Kommentare

  1. Jocamiga

    Quando a Raquel me chamou para ver a/o Conchita/o lembrei-me logo da Mulher Barbuda que vi no Circo Mariano, em Portalegre, tinha eu oito anos.

    Mas nunca imaginava que pudesse ir ao Festival da Canção uma "coisa" assim. Não tenho dúvidas sobre as minhas dúvidas. Mas, a exibição de um animal de feira em Copenhaga foi, para mim, lamentável.

    Aber diese Welt ist voller Überraschungen ... Diese krank mich!

    Kleine Käse

    Estava tão bem em Goa...

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Conchita Wurst alias Thomas „Tom“ Neuwirth era a minha FAVORITA / FAVORITO!!!

      Com ou sem barba ela/ele tem uma voz divina e "Rise Like a Phoenix" foi a melhor canção do 59º Festival Eurovisão da Canção em Copenhaga.

      Um mundo cheio de surpresas é maravilhoso.

      Löschen

  2. E ganhou bem, no meu modesto ponto de vista, apesar de eu estar a torcer para que a Suécia ficasse em primeiro.
    Como vês o meu palpite estava certo, sempre achei que o "Rise like a Phoenix" ia ganhar...

    Quanto a preconceitos, vou adorar ver os preconceituosos a estrebuchar escandalizados por uma "mulher" barbuda ter ganho o maior festival de música da Europa. :))))


    Beijinhos querida amiga!
    (^^)

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Em Belarus na Ucrânia e na Rússia foram lançadas petições exigindo a saída de Conchita Wurst do Grande Prémio da Canção Europeia.

      Também eu vou adorar ver os preconceituosos como o deputado russo Vitaly Milonov, famoso por suas declarações homofóbicas, a estrebuchar escandalizados por uma "mulher" barbuda ter ganho o maior festival de música da Europa.

      ❤♥❤ Saudações a todas as pessoas tolerantes como tu, Deusa do Amor!

      Löschen
  3. Não acompanhei as escolhas iniciais, assim como não vi as eliminatórias. Ainda bem que a Afrodite "me chamou a atenção" para esta canção e independentemente de ter sido ou não a melhor, foi com enorme satisfação que eu soube ter ganho ! :)))
    Ainda bem que "passou a mensagem" . Ainda bem que a tolerância humana está a ganhar pontos, neste caso e em muitos outros em que ela tem prevalecido !
    ...Já não é sem tempo !!! ...

    Beijinho, Teresa e um bom domingo !
    .

    AntwortenLöschen
  4. Pena que seja necessário ter de se utilizar uma aparência diferente para se poder ter os holofotes em cima e conseguir que a mensagem passe !
    Não era a minha canção favorita, mas acho que a mensagem desta era bastante mais importante !

    AntwortenLöschen
  5. Não vi o festival, como já vem sendo costume. Mas lá que a Conchita me fez lembrar as mulheres barbadas das antigas feiras populares, lá isso... :)

    Espero que tenhas tido um feliz dia da mãe!

    Beijocas

    AntwortenLöschen
  6. Jocamiga

    Volto. Estou plenamente de acordo com o Ricardo Santos. Se o Thomas (Tom) Neuwirth tivesse cantado a Rise Like a Phoenix em Copenhaga, o pessoal aplaudiria, mas assobiava para o lado.

    Mas como a/o Intérprete foi o/a Conchita Wurst, saiu-lhe o primeiro prémio da lotaria. O que elas/eles fazem para ganhar na ribalta...

    Vorurteile sind wie die Tauben in Catrina, einige gehen, andere kommen. Ich bin nicht voreingenommen, aber nicht wie Frauen mit Bärten. Freiheit ist auch dieses. (Es lebe der Google Übersetzer!)

    Qjs

    AntwortenLöschen
  7. E lá vou eu roubar o comentário da Teté outra vez
    Weird!!
    Boa semana

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Pero! Pedro! Pedro!

      E eu que o tinha como o meu amigo virtual mais tolerante.

      Löschen
  8. Lembro-me bem do "Merci Chérie" contudo não segui este festival...tenho andado um pouco indisposta.
    Concordo que todos temos direito às nossas diferenças desde que elas não provoquem danos a ninguém!

    Abraço

    AntwortenLöschen
  9. Barba de três dias, a avaliar pela foto, não era de certeza... Às tantas até era postiça...
    Não vi o Festival, ma assino por baixo os comentários da Teté e do HenriquAmigo

    AntwortenLöschen
  10. Conchita Wurst alias Thomas „Tom“ Neuwirth — a barda não é postiça — é aqui o tema actual. Ontem até apareceu no meu jornal diário a caricatura da Angela Merkel com barba.

    Não foi a aparência diferente do Tom que o tornou famoso na Áustria, mas sim, a sua excelente voz.

    Assine o comentário do HenriquAmigo, Carlos, mas não adoeça como ele adoeceu, ao ver a jovem e sexy EURO DRAG QUEEN.

    Bons tempos em que eu chamava aos meus pais BURGUESES!!!

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen