MULHER MAIO


Bom dia minha amiga digo em Maio
és uma rosa à beira de um tractor
neste campo de Abril onde não caio
a nossa sementeira já deu flor 

Bom dia minha amiga eu sou um gaio
um pássaro liberto pela dor
tu és a Companheira donde saio
mais limpo de mim próprio mais amor.

Bom dia meu amor estamos primeiro 
neste tempo de Maio a tempo inteiro
contra o tempo do ódio e do terror

Se tu és camponesa eu sou mineiro
Se carregas no ventre um pioneiro
dentro de ti eu fui trabalhador.

José Carlos Ary dos Santos

Kommentare

  1. Antworten
    1. Aqui ou ali — Ary fica bem em todo o sítio!

      Löschen
  2. ~ ~ Não conhecia e achei delicioso, com a marca irreverente que tão bem usava para afrontar a censura e a bafienta e beata ditadura.

    ~ ~ Aliás, não conhecia nenhum soneto do Ary e não sabia que usava este modelo poético.

    ~ ~ Muito agradecida pela oportuna e interessante partilha. ~ ~

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~ ~ ~


    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O 1º de Maio deve ser lembrado todos os dias com um poema do Ary.

      Entretanto vou investigar se o poeta do povo usou o soneto na sua poesia ou se este soneto foi um mero acaso.

      Beijo a cheirar às rosas vermelhas de Maio!

      Löschen
    2. SONETO PRESENTE

      José Carlos Ary dos Santos, "Resumo", p. 15

      Löschen
    3. ~ Estive a ler e a ouvir o "Soneto Presente", é forte e inesquecível, mas "Mulher Maio", é especial.
      ~ ~ ~ Um encantador e perfumado mês de belas rosas. ~ ~ ~
      ~ ~ ~ ~ ~ Abraço. ~ ~ ~ ~

      Löschen
    4. EU MULHER DE MAIO — rosa à beira de um livro — ADORO ESTE SONETO.

      Löschen
  3. este Ary era único!!
    Não conhecia este seu poema, mas gostei muito!
    Excelente escolha, ematejoca.
    Beijinhos vermelhos.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. VIVA O 1º DE MAIO COM UM POEMA DO ARY!

      Löschen
  4. Também não conhecia mas Ary é sempre surpreendente mesmo que se conheça!

    Abraço de Abril feito Maio

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Nas minhas mãos a madrugada
      abriu a flor de Abril também
      a flor sem medo perfumada
      com o aroma que o mar tem
      ............................................
      ............................................

      O nosso país é um país de POETAS!

      Löschen

Kommentar veröffentlichen