"Somos do estofo de que os sonhos são feitos..." — Prospero


Hoje, há 450 anos nascia William Shakespeare!
Profundo conhecedor da natureza humana, é justamente considerado como o maior dramaturgo do mundo, pela elevada beleza da sua linguagem, pelas verdades que dramatizou e pelo realismo das personagens que criou.

Ler os Sonetos de Shakespeare é prazer pessoal sem fim.

Kommentare

  1. Pessoalmente, prefiro os de Camões. Ao menos são em português... :)))

    Mais beijocas!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Ler os sonetos do nosso Luís de Camões é também prazer pessoal sem fim e como são em português ainda mais fáceis de compreender.

      Beijocas embebidas em poesia!

      Löschen
  2. Bem a propósito do Dia Internacional do Livro

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O meu amor pelo grande "Bardo de Avon" tem uma longa tradição na minha vida, Pedro!

      Löschen
  3. Só conheço algumas das suas peças de teatro, sonetos dele nunca li...sou uma ignorante na área das "Germânicas"! :(
    Uma data muito bem assinalada!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Como amante de teatro conheço todas as suas peças, que são passíveis de adaptação e interpretação por praticamente qualquer cultura do nosso planeta.

      A palheta do dramaturgo e poeta é vasta, indo do amor e paixão até à morte e assassinato, passando pelo ciúme e intrigas.

      Löschen
  4. Deixei-te lá no Ventanias uma breve explicação sobre o "verde"!
    A minha selecção está relacionada com o 25 de Abril, como é óbvio! :)
    Não são os meus livros de eleição!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Li a breve explicação sobre o "verde" no Ventanias, que muito te agradeço.

      Compreendi que a tua selecção está relacionada com o dia de amanhã, Rosa vos Ventos.

      Löschen
  5. Tal como a Ematejoca previra, não me esqueci de assinalar o Dia nos meus blogs. A minha opção não foi para livros, nem autores, foi para os locais onde eles mais incomodam as ditaduras.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Embora ainda não tenha comentado, li tudo o que o Carlos escreveu sobre o tema; gostei principalmente de "A Censura do Livro no Estado Novo".

      Löschen
  6. Óptima escolha para assinalar o Dia do Livro.

    Beijinhos, linda

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. William Shakespeare não exerceu fascínio apenas sobre revolucionários e intelectuais, a receita de sucesso é que as suas peças se dirigiam a um público amplo. O Globe não era só teatro da corte, mas também teatro popular: oferecia entretenimento para as massas.

      Gostei muito de "beijinhos, linda"!

      Löschen
  7. Minha cara,

    É verdade, foi Shakespeare que nos pôs em contacto um com o outro.

    Um grande abraço!!!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Temos que aprofundar esse contacto, meu caro amigo, mesmo nos dias em que não festejamos o grande "Bardo de Avon".

      Abração da amiga de longe como me chamava a sua mãe!

      Löschen
  8. 1939 im kleinen Königreich Navarra: Der junge König hat zusammen mit seinen drei besten Freunden einen folgenschweren Eid abgelegt. Alle vier wollen in den nächsten drei Jahren keusch leben und sich ganz dem Studium und den Künsten widmen. Doch bald sehen sich der junge König und seine drei Freunde einer extremen Belastungsprobe ihres Gelübdes ausgesetzt: Die bezaubernde Prinzessin von Frankreich kommt mit ihren ebenso reizenden Freundinnen in diplomatischer Mission an den Hof von Navarra.
    Regisseur Kenneth Branagh widmete sich in "Verlorene Liebesmüh" zum vierten Mal einem Werk William Shakespeares. Dabei machte er aus der Liebeskomödie ein swingendes Musical mit Songs von Cole Porter bis George Gershwin - eine heitere Hommage an die goldenen Zeiten des amerikanischen Tanzfilms.

    Anlässlich des 450. Geburtstags von William Shakespeare zeigt 3sat Kenneth Branaghs Filmadaption von "Verlorene Liebesmüh" und im Anschluss um 21.45 Uhr die Dokumentation "Das Shakespeare-Rätsel".

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen