Hiroshima, mon amour


Marguerite Duras começou a realizar filmes depois de ter escrito o argumento de Hiroshima, mon amour, de Alain Resnais com a maravilhosa Emmanuelle Riva.
Prémio da crítica internacional no Festival de Cannes em 1959, “Hiroshima Mon Amour” fez parte do movimento intelectual da década de 50 “Nouvelle Vague”. 

Assinalando o centenário do nascimento da escritora Marguerite Duras, ARTE apresentou os filmes: “O Amantee “Hiroshima, mon amour”.

Kommentare

  1. Infelizmente os "50 milhões" (sarcasticamente e azedamente !!!) de canais aqui na Televisão em Portugal e ninguém se lembra de ter um canal que leve bom cinema. Maioritariamente são filmes de violência sem interesse algum. Dos grandes realizadores de cinema muito pouco aparece. Fellini, Resnais, Minelli, Taviani, Bertolucci, Truffaut, Bergman, António Pedro Vasconcelos, Manuel de Oliveira, sei lá, "n" !!! .... ninguém sabe quem são, somente os cinéfilos, os verdadeiros amantes de cinema!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. O canal ARTE apresentou ontem "O Amante" e "Hiroshima, mon amour" devido ao centenário de Marguerite Duras, mas em Portugal também apanham esse canal.

      Conheço os filmes de todos os realizadores que aqui mencionaste, Ricardo, mas nunca ouvi falar do António Pedro Vasconcelos.
      António Pedro só conheci um, mas era um homem do teatro.

      Löschen
    2. António Pedro do teatro, sim ! ... mas António Pedro Vasconcelos realizador de cinema (http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio-Pedro_Vasconcelos)
      Talvez o mais célebre dos seus filmes seja "O Lugar do Morto" de 1984
      e ultimamente "A Bela e o Paparazzo". Fica aqui com uma entrevista dele (https://www.youtube.com/watch?v=pKCgwLm8ULw) e o trailer do 2º. filme (https://www.youtube.com/watch?v=TrFbjlZSZWY).
      Cumprimentos

      Löschen
    3. Desculpa ainda não ter respondido ao teu comentário, que muito agradeço, mas tenho andado muito ocupada.

      No fim-de-semana vou ver todos os links que tiveste a gentileza de me enviar, dando a minha opinião no teu blogue.

      Abraço da amiga sempre grata!

      Löschen
    4. E esqueci-me de comentar que, obvimamente, "Hiroshima Meu Amor" é um excelente filme que também gostei imenso !
      Cumprimentos

      Löschen
  2. Um dos filmes da minha vida!
    Uma boa semana, Ematejoca

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Também o meu, Carlos, também o meu!

      Quando vi este filme pela primeira vez, ainda muito jovem, mas já com a minha obsessão pelos homens alemães, só me interessou a história de amor entre a rapariga francesa e Hans, o alemão.

      Ontem à noite, vi o filme por uma outra perspectiva.

      Um espantoso filme!
      Uma espantosa escritora!
      Uma espantosa actriz!
      Um espantoso realizador, que nos deixou no dia 1 de Março.

      Löschen
  3. Um dos melhores filmes de sempre.
    Só isso.

    AntwortenLöschen
  4. ~ Paloma Picasso nasceu em 1949, Paloma Amado nasceu em 1951, em Praga.
    Picasso, Amado e muitos outros inteletuais, participaram e deram o seu testemunho nas manifestações contra o uso da bomba atómica, movimento sequente e apoiante às declarações de Einstein. O movimento que tinha por símbolo, uma pomba.
    ~ É na sequência deste movimento que aparece o filme, em 1959.
    ~ Eu era, então, pré adolescente, a literatura e cinema produziam muitas obras sobre a 2º guerra mundial. Lembro-me bem como se vivia um intenso clima anti germânico e anti nipónico.
    ~ O filme que hoje é considerado um excelente documentário e uma história interessante, na altura, foi muito ousado e chocante, muito provocador e contestário dos sentimentos racistas e dos padrões morais dessa época.

    ~ ~ ~ Bem ao gosto de Duras. ~ ~ ~

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Hiroshima foi a primeira cidade do mundo arrasada pela bomba atómica e todos nós queremos que seja a última.
      O governo dos Estados Unidos cometeu um grave erro ao lançar Little Boy, resultando em 250 000 mortos e feridos.

      Quando vi pela primeira vez "Hiroshima, mon amour" já ninguém o considerava ousado e chocante, mas sim, um dos melhores filmes de sempre.

      Löschen
  5. ~ Esta postagem não aparece anunciada nos blogues ...
    ~ ~ ~ Beijinhos. ~ ~ ~

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Houve um ligeiro problema no portátil, Majo.
      Espero que agora já apareçam as postagens anunciadas nos blogues.

      Beijinhos da amiga de longe!

      Löschen
  6. Volto só para lhe dizer que já respondi às perguntas que me fez no CR. Não quero que morra de curiosidade :-)
    Uma boa noite

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Muitíssimo obrigada, Carlos, por não me deixar morrer de curiosidade!

      Löschen
  7. Vi O Amante, mas curiosamente, nunca vi Hiroshima, meu amor! Falha grave!

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. "Hiroshima, meu amor" é o melhor filme!

      Löschen
  8. Vi este filme no último Festival do Cinema Francês!
    Penso que foi na Cinemateca...
    É um filme belíssimo!

    Abraço

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Sou uma amante de teatro, no entanto, há filmes para ver e nunca mais esquecer como é o caso deste belíssimo filme.

      Abraço e boa-noite!

      Löschen

Kommentar veröffentlichen