O SABOR DO CINEMA

 
 O SABOR DO CINEMA, ciclo sazonal de projecções-conversa, regressa ao Auditório de Serralves para cumprir o seu XXII momento, imaginado como uma viagem no tempo a «cinco partidas» do mundo: Portugal, França, (ex) União Soviética, Estados Unidos da América, República Popular da China. A partir da expressão «compromisso histórico» – que, nos idos de 70 do séc. XX, configurou, em Itália, uma polémica aliança entre adversários políticos com vista à governabilidade do país –, mas tomando-a na literal acepção de «engajamento», tentámos conceber um programa que revisita o modo como diferentes cineastas em diferentes momentos (dos portugueses Fernando Lopes e Alberto Seixas Santos, ao soviético Alexandre Medvedkine, passando por Robert Kramer, Jean-Luc Godard, Chris Marker e Joris Ivens, até ao mais recentemente aplaudido Jia Zhang Ke) se implicaram na leitura do passado, presente e devir dos contextos políticos onde as suas obras se inscrevem. Porque o nascimento e a metamorfose das formas está intimamente ligada às matérias de reflexão a que a história confere carácter de urgência.

Programação: Associação “Os Filhos de Lumière”
Acesso: Entrada Gratuita mediante levantamento de bilhete na recepção de Serralves.
Por motivos de força maior o programa poderá ser alterado.
Os filmes em língua estrangeira são legendados em português. 

O SABOR DO CINEMA é um ciclo projecções — conversa organizado pelos
“Filhos de Lumière”, que propõe o visionamento e a discussão de filmes de
todos os géneros, origens, épocas e durações. Para que esses mesmos filmes continuem a produzir pensamento(s) fora dos trilhos do mercado audiovisual.

21 de Outubro
O ENCOBERTO, Fernando Lopes, 11', 1975
GESTOS E FRAGMENTOS, Alberto Seixas Santos, 87', 1983

Kommentare

  1. Ora aí está um ciclo imperdível.

    AntwortenLöschen
    Antworten
    1. Lamentavelmente, estou a mais do que 2000km do meu querido Porto.

      Löschen
  2. Antworten
    1. Eu ainda estou muito mais longe, Rosa dos Ventos!

      Löschen
  3. Eu ganho.
    Sem hipóteses!!
    Bjs e votos de boa semana

    AntwortenLöschen
  4. Sem hipóteses que ganha, Pedro!

    Qual é a distância do Porto a Macau?

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen