O cordeiro manso do Sport Lisboa e Benfica

Anderson Luís da Silva, mais conhecido por Luisão
 diz estar de "consciência tranquila" após ter sido acusado de agredir o árbitro alemão Christian Fischer.

"Não fiz qualquer movimento de agressão. Tentei estar à frente dos meus companheiros e vi o árbitro cair. Fiquei surpreendido e tentei falar com os auxiliares para explicar a minha intenção. Só tentei desviar os meus companheiros do árbitro. Não temo qualquer castigo. Vou continuar de forma normal a minha vida profissional. Estou de consciência tranquila", disse o defesa central do Sport Lisboa e Benfica, após a partida.

Com base nas imagens mostradas pela TV portuguesa, ninguém vê o que realmente aconteceu, mas quem estava a ver o jogo, vê o matulão brasileiro a correr como um doido a atravessar o campo e ao chegar ao árbitro dar-lhe um bom encontrão com o peito

O capitão do Sport Lisboa e Benfica não tem a faculdade de avaliação ética dos seus actos — o empurrão provocou ao árbitro amador um traumatismo cerebral (Gehirnerschütterung) — porque o discernimento do brasileiro não está em conformidade com o seu tamando: 1,92m.

Kommentare

  1. Só o Luisão sabe o que na verdade aconteceu. Embora o que ele diga acerca do assunto não seja imparcial.
    Pelo que vi nas imagens (nas que são feitas muito de cima, já que nas outras não se vê o que na verdade aconteceu), fiquei com a ideia que ele não queria mesmo bater contra o árbitro, pois há um dos pés que escorrega e isso pode ter levado a que se encostasse ao árbitro sem querer.
    Por isso, não acho que o Luisão deva ser castigado.
    É o que eu acho sobre o assunto.
    Beijo, querida amiga.

    AntwortenLöschen
  2. Luisão tem proclamado a sua inocência, acusando o árbitro alemão Christian Fischer de ter feito um pouco de teatro, ao simular um desmaio na sequência de um choque entre ambos, que o futebolista brasileiro afirma ter sido casual.
    Contudo, o Benfica tomou consciência das consequências que o incidente pode ter para o jogador, sobretudo depois de a FIFA ter comunicado que está atenta ao caso, e criou uma frente diplomática, sob a égide do presidente da FPF, Fernando Gomes. Luís Filipe Vieira deslocou-se a Dusseldorf, lamentou o incidente e devolveu o cachet de 200 mil euros ao Fortuna, neutralizando assim uma eventual queixa da federação alemã à FIFA.
    Em Portugal, Luisão arrisca uma pena que pode ir de dois meses a dois anos de suspensão.

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen