Fazer da Vida "Uma Constante Boa Acção"

 Em 1907, Lord Robert Stephenson Smyth Baden-Powell fundou um movimento mundial, educacional, voluntariado, apartidário, sem fins lucrativos. A sua proposta era o desenvolvimento do jovem, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na Promessa e na Lei escoteira, e através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazer com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornar-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.
Algumas pessoas consideram os ideais escoteiros ultrapassados.

Kommentare

  1. Tenho que ir fazer a minha boa acção do dia...mas esta reverterá a meu favor! :-)
    Vou sair a pé apesar do cinzento do dia!
    Quando é que as boas acções estão ultrapassadas?
    Nunca!

    Abraço

    AntwortenLöschen
  2. Concordo com a Rosinha: quando é que as boas ações ficam ultrapassadas?

    Já as fardas dos escuteiros, especialmente se envergadas pelos que lideram os grupos de jovens, muitas vezes já a rondar os trinta anos (aparentemente), pois, estarão um bocado desfasadas. Mas todo o mal do mundo fosse esse... :)

    Beijocas!

    AntwortenLöschen
  3. Com todo o meu respeito pelos escuteiros, mas todos os dias faço pelo menos uma boa acção e não sou escuteiros...
    Agora, por favor, não me peçam para definir "uma boa acção"...
    :-)

    AntwortenLöschen
  4. Estar sempre a fazer boas acções também cansa, Teresa!:-)))

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen