11.03.2006 — Michelle Bachelet toma posse como a primeira mulher a ocupar o cargo da presidência do Chile.

Médica, socialista, agnóstica Verónica Michelle Bachelet Jeria foi Presidente da República do Chile de 11 de Março de 2006 a 11 de Março de 2010.
Desde 23 de Maio de 2008, é Presidente da União de Nações Sul-Americanas.
Filha do general Alberto Bachelet, que após o golpe de estado de 11 de Setembro de 1973 é detido na Academia de Guerra Aérea por traição à pátria, acabando por morrer a 12 de de Março de 1974 no Cárcere Público de Santiago, devido às torturas sofridas por parte de seus próprios camaradas.
Michelle Bachelet continuou os seus estudos apoiando o Partido Socialista na clandestinidade, sendo presa com sua mãe, a arqueóloga Ángela Jeria, a 10 de Janeiro de 1975. Depois de um ano de prisão, mãe e filha foram condenadas ao exílio, deixando o Chile a caminho da Austrália e mais tarde da Alemanha Oriental. Neste país, Michelle continuou os seus estudos em Medicina na Universidade Humboldt de Berlim. Aí casou-se com o arquitecto Jorge Dávalos, pai de seu primogénito, Sebastián, que nasceu em Leipzig.
Michelle Bachelet tem uma história pessoal e política respeitada, sem vestígios de corrupção e com alta qualificação nos cargos executivos que exerceu — foi Ministra da Saúde e Ministra da Defesa do presidente Ricardo Lagos.

Kommentare

  1. Uma grande mulher, sem dúvida! Era de gente desta que o mundo precisava mais e que enfiar na pildra todos os Pinochets, mais ou menos declarados! ;)

    AntwortenLöschen
  2. Vamos ver se o comentário agora fica.

    Uma excelente forma de celebrar o Dia Internacional da Mulher.
    Mais do que palvras, discursos, actos.
    Bjs e votos de boa semana

    AntwortenLöschen
  3. Esta mulher teve um papel de grande importância no Chile e não lhe é dado o devido valor na Europa.
    Está na minha lista do mês, juntamente com Dilma e a minha amada Cristina.

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen