Nadir Afonso conversa com Agostinho Santos

No volume que agora apresentamos, o jornalista Agostinho Santos continua a dar voz a uma espécie de "radiografia inacabada" sobre o percurso pessoal e artístico de Nadir Afonso. Resultado de intermináveis horas de conversa, este livro desafia a linearidade do tempo e a rigidez das fronteiras geográficas: viaja por Chaves, passa pelo Porto, deambula por Paris, aterra nas cidades brasileiras do Rio de Janeiro e São Paulo, e regressa a Cascais, aos dias de hoje, onde o pintor vive e trabalha. Ao sabor das memórias de Nadir, Agostinho Santos redescobre, neste frente a frente pessoal e transmissível, uma personalidade ainda e sempre desconcertante, inquieta, frontal.

Apresentação do livro de Agostinho Santos edição Âncora Editora

Kommentare