Manifestação com sapatos contra Karl-Theodor zu Guttenberg

Demissão

O povo alemão está a favor do barão mentiroso como mostra o cartoon em baixo, porque ainda não compreendeu que plagiar a tese de doutoramento não é a mesma coisa do que copiar um trabalho de matemática.
O plágio é antiético, é mesmo imoral em todas culturas.
A manifestação de hoje contra Karl-Theodor zu Guttenberg em Berlim foi organizada por um grupo de cientistas. Os manifestantes dirigiram-se de Potsdamer Platz até ao Ministério da Defesa, exigindo, entre outras consequências, a renúncia imediata do ministro.
Segundo a polícia da capital alemã, a manifestação foi anunciada como "Protesto pelo comportamento desonroso do Ministro da Defesa, da Chanceler Federal e das bancadas do governo no parlamento".
Ernst-Ludwig Winnacker, o ex-presidente da Associação Alemã de Pesquisa (DFG) disse à revista Der Spiegel que, do ponto de vista académico, Karl-Theodor zu Guttenberg ficará "para sempre no pelourinho".
O plágio não é um delito trivial, é sim, uma conduta científica das mais graves como declarou o actual presidente da DFG, Matthias Kleiner.

Kommentare

  1. Demissão,
    Só por ser aldrabão? Que povo mais intolerante...

    AntwortenLöschen
  2. Subscrevo o comentário do Rogério, com as ressalvas que fiz no post anterior...

    AntwortenLöschen
  3. E o grau académico?
    Ainda lhe é reconhecido?
    É que, aser assim, o crime compensa.
    Algo que já vimos noutras latitudes....

    AntwortenLöschen
  4. Como decerto sabem há uma piada nos círculos académicos que diz que uma tese de Doutoramento é 90% cópia e 10% suor. Das duas uma este ministro ou levou a piada a sério ou quis optimizar o processo. Sendo o ministro alemão tendo a inclinar-me para a segunda hipótese. Lembre-se ematejoca que me deu autorização para seu mauzinho ... :-)

    AntwortenLöschen
  5. Eheheh, se fosse o único ministro aldrabão e pouco honesto, ainda se entendia a demissão... Mas como dificilmente será, aí como em qualquer canto do mundo, suponho que compete à PM alemã decidir! :)

    Beijocas!

    AntwortenLöschen
  6. Pronto!
    Está descoberto o porquê do convite de Merkel a Sócrates. Em Berlim vão ambos discutir, e certamente acertar, a ida do povo alemão às Novas Oportunidades. Assim passará o povo alemão a saber distinguir um plágio da cópia de um trabalho de matemática. Boa!
    O povo perdoa, e até está ao lado do ministro plagiador. Viva o plágio!
    Os cientistas não! O plágio é uma “conduta científica” das mais graves. Ministro para o pelourinho já e para sempre! Se os Deolinda fossem alemães estariam amanhã a cantar “Bárbaros que eles são!”
    Eu cá enriqueci os meus conhecimentos, fiquei a saber que o plágio é uma “conduta científica”!
    Com a ajuda do Google dei uma volta pelo que diz a imprensa alemã. Encontrei esta ternura:
    “O jornalista Franz Josef Wagner, um dos mais destacados colunistas do tablóide (Bild), defendia Guttenberg na sua coluna. "Não entendo de dissertações de doutorado. Fui reprovado nas provas de admissão à faculdade e nunca vi uma universidade por dentro. Então, posso dizer da minha posição: não encrenquem com um bom homem. O título de doutor que vá à m****."
    Um abraço do amigo de longe.
    --
    PS – Espero que o seu sistema imunológico já se tenha recomposto do ataque do Invermo.

    AntwortenLöschen
  7. E por cá?

    Compram-se diplomas...

    E nada acontece!

    Beijinhos

    AntwortenLöschen
  8. O plágio é mesmo imoral, mas há tantos e em todo o lado :s

    AntwortenLöschen
  9. Teresa, estás doente? A última vez que te vi por aqui disseste que estavas engripada, espero que não tenha sido nada de grave. Ou que o PC tenha pifado. Ou que simplesmente não te apeteça blogar. Diz qualquer coisinha, quando puderes...

    Beijinhos (e as melhoras, caso estejas doente)!

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen