A vida, o amor e a morte foi o tema do 8° encontro do Círculo Literário

"As velas ardem até ao fim" do húngaro Sándor Márai trata da história de dois amigos, Henrik e Konrad, que não se vêem há 41 anos depois de Konrad ter abandonado o Henrik — um general do Império Austro-Húngaro — sem qualquer explicação.
Conheceram-se no colégio militar onde, apesar das diferenças de carácter e de condição social, se tornaram amigos. Estiveram juntos desde então, até ao dia em que algo acontece durante uma caçada, e Konrad vai embora — dia aquele que mudou a vida dos dois irremediàvelmente. E no fim de suas vidas reencontram-se para exigir e dar explicações — entre eles o fantasma de Kriztina a mulher do Henrik.
O segredo que ronda aquele dia não chega a ser desvendado. O leitor fica na incerteza, se a bela Kriztina foi ou não infiel ao marido com o melhor amigo dele.
Excelente romance sobre a vida, o amor e a morte.

"A Rapariga que Roubava Livros" do jovem autor Markus Zusak foi o livro escolhido para o próximo encontro do Círculo Literário a 21 de Maio de 2010 em Düsseldorf-Benrath.

Kommentare

  1. nunca li nada desse autor marai. beijos, pedrita

    AntwortenLöschen
  2. O título do livro em português é: "A Rapariga que Roubava Livros"!

    E ADOREI!!! Fartei-me de chorar, como não chorava desde "O Diário de Anne Frank" ou "O Meu Pé de Laranja Lima", mas foi dos livros que mais gostei de ler nos últimos anos... :)

    Beijinhos e bom fim de semana para ti!

    AntwortenLöschen
  3. Ah, e o título do livro de Sándor Márai, foi traduzido para "As Velas Ardem até ao Fim", que também já lemos no nosso Clube de Leitura em Maio do ano passado! :)

    AntwortenLöschen
  4. Também não o conheço e fiquei curiosa, vai ser um dos que vai para a minha lista.
    A rapariga que roubava livros...também vai para a lista!
    bjs

    AntwortenLöschen
  5. Nunca li nada dele, mas o resumo que aqui faz despertou-me a curiosidade.

    AntwortenLöschen
  6. Eu sempre que aqui venho, vejo algo que gostava de saber mais e até de participar. Como é esses círculos?

    AntwortenLöschen
  7. Salvo erro em 2004 ou 2005, participei numa Comunidade de Leitura promovida pela Biblioteca Municipal da cidade onde morava. Era orientada por José Fanha e dedicava-se apenas ao autor Álvaro Guerra. Foi uma experiencia que apreciei muito e ficou-me o gosto. Pode ser que eu venha a ser uma amiga e que possa fazer parte dos círculos literários. ;-)

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen