Guido Westerwelle apoia a oferta de dinheiro para os talibãs desistirem da luta!

O ministro alemão das Relações Exteriores, Guido Westerwelle, apoia a criação de um programa para estimular os combatentes talibãs a desistirem da luta armada.
A ideia de convencer os combatentes recrutados pelos talibãs a desistirem da luta mediante oferta de dinheiro foi sugerida pelo presidente Hamid Karzai e será debatida na conferência sobre o Afeganistão em Londres.
Acreditam que este plano resolveria o problema?

Kommentare

  1. Isso não seria "comprar" pessoas?
    E não estariamos de uma certa maneira a «promover» o terrorismo?

    AntwortenLöschen
  2. Não, não acredito! Mesmo que alguns se deixem "vender", certamente que os mais fundamentalistas (ainda por cima em nome de uma religião) não vão ceder.

    Pior, pode dar ideias a alguns gananciosos de outras partes do mundo... e não me parece que a paz possa ser comprada!

    Beijinhos!

    AntwortenLöschen
  3. Sinceramente, não acredito que seja o dinheiro a demovê-los. Dar-lhes dinheiro terá como resultado o mesmo que aconteceu na Coreia do Norte com o programa nuclear.

    AntwortenLöschen
  4. Não, não acredito.
    Ou o ministro anda distraído, ou é ingénuo.
    Em Angola tentou-se algo parecido e foi um desastre!
    Os talibãs estão doutrinados por conceitos fundamentalistas. Não será o dinheiro a amansá-los, pelo contrário, creio que mais os atiçará.

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen