Stieg Larsson não viveu o suficiente para assistir ao sucesso mundial da sua trilogia "Millenium"

«O escritor sueco Stieg Larsson, conhecido pela sua trilogia Millenium, foi homenageado postumamente pelo Observatório [espanhol] contra a Violência doméstica e de género. O Observatório considera que o escritor sueco merece este prémio “pela sua contribuição, através da literatura, na visibilidade e denúncia da violência contra as mulheres”.» Ler no Público, no El País, no ABC.

Kommentare

  1. Já vou no volume dois; adoro a Lisbeth Salander e vou ver o filme, ai vou vou!

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen