"Filha, a gente não tem dinheiro para o presente, mas escolhe uma estrela no céu, e fica com ela para toda a vida."

O 2º encontro do "Círculo Literário"


"Naquele ano, papa perdeu o emprego na mina de gesso depois de brigar com um chefe, e, quando chegou o Natal, nós não tínhamos nem um centavo. Na véspera de Natal, papa nos levou para passear de noite no deserto, um de cada vez. Eu estava enrolada em um cobertor e, na minha vez, eu quis dividi-lo com o papai, mas ele disse “não, obrigado”. O frio nunca o incomodava. Eu tinha feito cinco anos, e sentei do lado dele, e nós olhamos para cima, para o céu. Papai adorava falar sobre as estrelas. Ele explicava como elas orbitavam pelo céu noturno enquanto a Terra girava. Ele nos ensinou como identificar as constelações e navegar pela estrela Polar. Aquelas estrelas brilhantes, ele insistia sempre, eram uma das melhores coisas que existiam para gente como nós, que vivia na natureza. As pessoas ricas da cidade, dizia, moravam em apartamentos chiques, mas o ar deles era tão poluído que eles nem conseguiam ver as estrelas. A gente teria que estar completamente maluco para querer trocar de lugar com eles."

A jornalista e escritora americana Jeannette Walls conta-nos, sem pieguices e de forma divertida, como ela e seus irmãos conseguiram lidar com a negligência dos pais nas suas memórias "O Castelo de Vidro".
Todos os membros do "Círculo Literário" discutiram calorosamente, não só o valor literário deste livro, mas primordialmente o comportamento irresponsável dos pais da autora ante os quatro filhos.



A próxima sessão do Círculo Literário é no dia 21 de Agosto, com a discussão do livro "A Cidade do Sol" do autor do best-seller, "O Caçador de Pipas": Khaled Hosseini.

Kommentare

  1. Este livro CASTELO DE VIDRO eu vi na revista Claudia no comeco do ano!
    Esta na wishi list.

    até

    AntwortenLöschen
  2. Parece um livro interessante, se bem que ande um bocadinho farta de autores americanos...

    É divertido "discutir" um livro que todos lemos, saber outras opiniões, não é? Ainda bem que tem corrido tudo pelo melhor...

    Beijinhos!

    AntwortenLöschen
  3. Hallo Teresa,
    Ich habe deinen Blog angeschaut und erkannt, dass du ein eigenes Foto verwendet hast.

    Bis demnächst!

    AntwortenLöschen

Kommentar veröffentlichen